A gravidez é um sonho!! A vida inteira sonhamos em engravidar, dar vida a um bebezinho, mas, infelizmente, para muitas mulheres a gravidez vem acompanhada de alguns sintomas desagradáveis, principalmente no último trimestre. Este post é para contar um pouquinho de um dos sintomas que estou sentindo: dor nas mãos. Então se você também está sentindo, ou se vier a sentir, não se apavore… apesar de muito chato, é normal!

A dor e dormência nas mãos é causada por uma síndrome chamada síndrome do túnel do carpo. De acordo com o site Baby Center,  os sintomas podem incluir dormência nas mãos, formigamento, queimação ou dor nos dedos, mãos, punho, braço e até no ombro. No meu caso a pior hora é a hora de dormir, quando a mão fica parada em posição horizontal. Tenho tido noites mal dormidas porque acordo tendo que sacudir e levantar as mãos para cima… bem chato…

Mas, ao contrário do que parece, trata-se de um problema nos nervos, e não de circulação. O “carpo” é a estrutura óssea do punho, entre o antebraço e a mão. O túnel do carpo é um canal que tem três lados formados por osso e um por um ligamento. Por dentro desse canal, passa um nervo importante, o nervo mediano. O que acontece é que o inchaço e a retenção de líquidos que são comuns na gravidez podem fazer com que aumente a pressão dentro desse espaço estreito e pouco flexível, no túnel, comprimindo o nervo mediano

E não é só comigo que os sintomas pioram à noite, na maioria dos casos é assim mesmo. Então para aliviar a dor, sempre que sentir as fisgadas, mude de posição na cama. Também é importante tentar não dormir em cima das mãos. Algumas estratégias que podem diminuir as sensações é sacudir as mãos ou ainda colocar as mãos para o alto. Eu tenho colocado meu braço apoiado num travesseiro.

Durante o dia tente exercitar os dedos e as mãos, flexionando sempre que lembrar, ou ainda manter os braços elevados quando assiste TV, por exemplo. Evite movimentos repetitivos como digitar e fazer trabalhos manuais, que podem agravar os sintomas.

Na alimentação é importante controlar a quantidade de sal, a fim de tentar diminuir a retenção de líquido. Beber bastante líquido também ajuda a evitar o inchaço e, consequentemente, a dor. Outra dica, é fazer compressas de gelo ou mergulhar a mão na água gelada. Procure manter os pulsos bem retos na hora da dor (uma tala de imobilização temporária pode ajudar, especialmente durante a noite).

Apesar desta dor ser muito chata ela não é preocupante, mas é sempre importante informar o seu médico sobre os sintomas que você está tendo. E mais importante ainda: não tome nenhum analgésico sem conversar com ele antes!

A boa notícia!

Estes sintomas tendem a desaparer um pouco depois que o bebê nasce, junto com o inchaço. O sumiço da dor, no entanto, não é imediato, pois leva alguns dias até o inchaço todo ir embora.

E não deixe de contar para gente se você já passou ou está passando por isto!! Participe da enquete abaixo:


 

*Quer ler mais sobre este assunto? Clique aqui.

Por Karen Melzer

♥♥♥

Foto: Ask amum

Informações via Baby Center