Oi Casamenteiras, tudo bem?

Aylan Kurdi. Vocês ouviram falar desse nome na semana passada? Esse é o nome de uma criança de apenas 3 anos que foi vítima de afogamento durante uma tentativa de travessia da Turquia para a ilha grega Kos. O assunto é pesado, eu sei. Mas o que acontece é que desde que eu vi a imagem desse pequeno na areia da praia ele deixou de ser um desconhecido para mim, e passou a me “assombrar”. (não vou colocar a foto, é forte demais! Quem quiser ver clique neste link)

Depois que nos tornamos mães, o sofrimento de qualquer mãe se torna também um pouco nosso. É um sentimento inevitável. É uma criança, como a minha e a sua. Desta família apenas o pai sobreviveu, a mãe e um outro pequeno Galip de 5 anos também se foram. E este é apenas um caso!

Eu simplesmente não consigo parar de pensar nisso, comer parece uma afronta, estar limpa, agasalhada, confortável parece um absurdo. Ter os meus filhos saudáveis e nos meus braços não tem preço. Como essa foto mexeu comigo!

crianças_sírias

A guerra e crise migratória da Síria é uma das piores catástrofes humanitárias desde a segunda guerra mundial. Aproximadamente 300.000 pessoas já se arriscaram em travessias em barcos precários rumo a uma vida decente na Europa. A escolha dessas famílias é muito difícil, ficar e morrer ou arriscar a vida lutando por uma oportunidade de viver em paz e sem medo. Você não faria isso pelos seus filhos? Eu faria!

Para situar quem não está acompanhando, a Síria é um país árabe localizado no oriente médio, é governado por uma família de ditadores há muitos anos. O ditador no poder hoje é Bashar Al-Assad um homem que foi educado na Europa e sabe muito bem como é se sentir livre, mas escolheu continuar oprimindo seu próprio povo.

Em 2010/2011 houve um movimento gigante no oriente médio chamado “primavera Árabe” os povos de países como Egito, Líbia e Tunísia se revoltaram contra o regime ditatorial de anos e decidiram que seriam uma democracia. Estes países conseguiram derrubar seus ditadores depois de lutarem muito e muitos civis como eu e você darem suas vidas pelo bem do país. Hoje continuam lutando para se organizar como país e tocar a vida.

Na Síria a luta também começou em 2010, mas se arrasta até hoje e transformou a vida das pessoas daquele país em um inferno. Qualquer um que não se junta ao exército do ditador é um traidor e sofre penas terríveis. O governo tem se utilizado do exército e armas químicas, armas de guerra contra a própria população. Um horror! A comunidade mundial vive um impasse entre intervir apoiando os rebeldes ou não, pois os dois lados do conflito tem feito alianças com grupos terroristas. A coisa está feia!

Mais de 4 milhões de sírios já procuraram asilo em países vizinhos (Turquia, Jordânia e Líbano) e outros 8 milhões migraram para áreas menos violentas dentro do próprio país, são aproximadamente 4 milhões de pessoas vivendo em acampamentos das Nações Unidas e outras organizações de socorro. Que apesar de todos os esforços não conseguem suprir as necessidades básicas de todos. Água, comida, abrigo do frio muito intenso na região. Crianças estão há meses sem frequentar escolas e vivem em constante situação de medo.

crianças_sírias

As famílias que decidem imigrar para a Europa, fazem isso de forma arriscada pois as embaixadas de todos os países de possível destino não existem mais na Síria. Isso os leva a dias de caminhadas exaustivas (na maioria das vezes a noite para não serem vistos e capturados pelo ditador) até chegarem em países vizinhos. Vocês conseguem imaginar a loucura? Enquanto você está aí na frente do seu computador ou smartphone de banho tomado, alimentado e aquecido, com seus filhos seguros na escola ou em casa, tem gente que nem a gente passando por isso tudo!

Eu realmente não consegui parar de pensar neles, nas famílias e principalmente nas crianças. O povo árabe é muito alegre e trabalhador, é triste demais ver o que está acontecendo com eles.

Existem excelentes vídeos explicando o conflito, vou deixar dois links para vocês se informarem.

E se te bateu uma sensação horrível de impotência, te dou uma boa notícia! Você pode ajudar! A primeira coisa que você pode fazer é compartilhar o máximo de informação sobre o conflito com seus amigos e parentes. Quanto mais gente sabendo melhor!

E a segunda forma é doando dinheiro e ajudando instituições sérias que estão trabalhando dia e noite para levar alguma esperança a esse povo tão sofrido!

Pesquisei formas seguras de doar, infelizmente sempre ficamos com o pé atrás quando se trata de doar dinheiro não é? Pesquise você também!

UNHCR | ACNUR – Agência da ONU para refugiados. Através deste link você doa para a ONU que utilizará este dinheiro para ajudar refugiados ao redor do mundo, inclusive os sírios. As doações são em reais. Em breve a ONU lançará um canal para ajudar especificamente os refugiados que se arriscaram em travessias marítimas.

Moas.eu – Essa é uma família ítalo-americana que um dia encontrou no mar da Itália um barco de refugiados e salvou todos eles. Começaram então um belíssimo trabalho e são hoje uma das únicas organizações privadas de resgate de barcos de refugiados no mar. Eles passam seis meses por ano navegando com este propósito, vale a pena conhecer! Doações em Euros ou Dólares através do PayPal. Super simples a operação!

Médicos sem Fronteiras – Essa organização incrível foi criada por médicos e jornalistas franceses em 1971. Eles identificaram as dificuldades que alguns países tem em ajudar por entraves políticos e burocráticos fazendo muitas vezes com que nada fosse feito para ajudar e que ninguém ficasse sabendo do que acontece. Eles conseguem chegar onde quase ninguém chega, são independentes e não devem nada para ninguém. Está aí um pessoal sério! Eles estão treinando pescadores do mar mediterrâneo para resgatar barcos de refugiados, denunciaram o uso de armas químicas por parte do ditador (pois trataram de pessoas com sintomas suspeitos) enfim, gosto muito!

Soube um pouco antes de publicar esse post que um grupo de cinco refugiados sírios em São Paulo abriu um pequeno negócio para vender salgados e doces árabes (que são meus favoritos por sinal!) Tenho ouvido falar muito bem! Eles não falam português, mas estão se virando com o google tradutor. Quem quiser conhecer segue os dados!

Damascus
Rua Cônego Eugênio Leite, 764, Pinheiros
Tel.: 3064-5314
Seg. a sáb., 10h/20h; dom. 10h/17h

Sei que este texto não tem muito em comum com os conteúdos habituais do Casamenteiras, mas eu acredito que muitas de vocês devem ter ficado engasgadas com a foto do pequeno Aylan e tantas outras crianças que estão sofrendo nesse nosso planeta. Agora vocês já sabem o que fazer para ajudar!

Crianças

Pequenos Aylan e Galip, obrigada! Vocês mudaram a minha vida e eu tenho certeza que onde quer que vocês estejam, agora estão bem.

Beijos,

Kaká

11 amaram

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...