Bom coração em todos os sentidos. É claro que quem decide ter um animal de estimação em casa, e dedica seu tempo e carinho ao amigo é um cara legal, e já falamos por aqui da importância do bichinho no tratamento contra a depressão. Mas o que muita gente não sabe é que, de fato, a presença do pet no convívio diário faz os seus donos terem um coração melhor, literalmente.


Isso porque quem tem um animalzinho possui uma maior variabilidade no ritmo cardíaco, ou seja, o coração desta pessoa responde melhor e mais rápido às mudanças corporais. Significa que, por exemplo, o coração bombeia sangue com mais facilidade em situações de extresse. Não é demais?

Essa é uma pesquisa encomendada pelo American Journal of Cardiology e é o resultado do estudo de 200 pessoas, com faixa etária entre 60 e 80 anos. Nos donos de pets, mais ou menos 5% das batidas do coração diferiam em 50 milésimos de segundo em extensão, contra a metade deste valor dos que não tinham animais em casa.

Além de fofos e companheiros, fazem bem à sua saúde. Será que não é hora de ter um pet?
Fotos: OurPets e Pinterest