Foi isso mesmo que você leu!

Olá meninas,

Navegando pela internet eu encontrei um post um tanto revoltado no site de novidades tecnológicas e coisas legais do mundo geek – Gizmodo – que tem uma versão brasileira, mas a matéria é em inglês e está aqui.

O assunto é o seguinte, na Austrália está havendo uma super polêmica, que inclusive atrasou por tempo indeterminado o lançamento do livro “Bubba Yum Yum – The Paleo Way – For new mums, babies & toddlers” (Bubba Yum Yum – O Caminho Paleo – Para novas mamães, bebês e crianças – tradução nossa).

Para quem não sabe do que se trata a dieta paleo, ela é baseada na alimentação de nossos ancestrais que viveram há mais de 2 milhões de anos. Ou seja, nada industrializado, nada processado, apenas o que se poderia caçar e/ou encontrar na natureza. É uma dieta baseada em carnes, miúdos, ovos, poucas frutas, poucos legumes, poucas verduras, poucas castanhas e praticamente sem grãos.

Fonte: Dollar Photo Club

Fonte: Dollar Photo Club

Que um adulto escolha o caminho de dietas radicais, ok! Cada um sabe o que faz. Mas impor isso a um bebê ou uma criança pode ser arriscado! No livro, uma das receitas mais alarmantes é uma fórmula caseira para substituir o leite, feito de fígado de galinha e caldo de ossos. Os médicos australianos avisam que a mistura contém mais de dez vezes mais vitamina A do que o recomendado e faltam uma porção de outras vitaminas necessárias, ou seja, não é saudável, pelo contrário, faz muito mal! Principalmente por que seria o único alimento do bebê nos primeiros meses. Essa é apenas uma das receitas do livro, que pelo que eu li, tem outras “orientações” perigosas para a saúde dos pequenos.

O presidente da Associação de Saúde Pública da Austrália declarou que existe uma possibilidade real de que algum bebê morra em decorrência do uso desta dieta, caso este livro seja publicado.

Pessoas, o assunto é sério. Os bebês e as crianças precisam de calorias, gorduras, comida de verdade. Precisam engordar e ser fofinhos. Eles gastam tudo isso jogando bola, correndo, andando de patinete e crescendo! Desenvolvendo os músculos, ossos, o cérebro. Bebês e crianças devem comer o que for indicado pelo seu pediatra. Não discuta, com certeza uma pessoa que estudou por 10 anos (e estuda até hoje!) para atender crianças e somada a sua experiência sabe muito melhor como cuidar do seu bebê do que os seguidores de uma dieta dessas.

É claro que sempre procuramos oferecer aos nossos filhotes o melhor. Quanto mais natural e caseira for a comida, melhor! Quanto menos açúcar refinado, sal, gordura hidrogenada, enfim, quanto mais pudermos nos aproximar de uma dieta mais natural, ótimo! Mas sem extremismos e loucuras. Não estou aqui julgando adultos que escolhem essa ou aquela dieta para si, mas envolver os pequenos? Eu não faria isso com meus filhos, cada mãe sabe o que é melhor!

Beijos!

Kaká