Às vezes eu me pego pensando na razão pela qual resolvi me casar…

Quando começo a reviver todos os momentos que passaram, não consigo não me emocionar com tudo que ocorreu e ocorre, como o que estava passando no período antes do pedido: aquele trabalho conjunto para conseguir realizar o sonho de finalmente construir uma família, e nem pensávamos em construí-la, mas sim dar o passo, tomar a decisão de fazer algo juntos, sempre com um objetivo maior que nos guia e nos mantém juntos.

Depois ficamos noivos e a sensação é indescritível! Como todo mundo diz, não dá para explicar, mas dá vontade de olhar novamente o mundo com os olhos de quem vive aquele momento. Tudo fica em paz, parece que só há uma coisa a ser feita e foi! Não importa o tipo, local, a forma do pedido, isso tanto faz, o valor disso tudo está na decisão tomada e, de agora em diante, nós nos tornamos um. Porque, veja bem, se agora somos dois em uma união, as minhas decisões serão dividas com ele e as dele comigo, pagaremos todas as contas, arcaremos com as consequências da vida, colheremos juntos todos os frutos dessa união, até porque nem todos os dias são flores, mas na boa, é maravilhoso pensar que vou acordar ao lado dele TODOS os dias. Penso naqueles Sábados de Sol sem nada para fazer, café da manhã na hora que quisermos, cama arrumada só se ele me ajudar, comida boa que só ele sabe fazer, quintal, horta e céu estrelado de São Paulo. Gente, minha cabecinha vai nessa ordem de fatores e deixa a vida muito mais bonita, não acham?

Bom, não sei como funciona depois de trocar a aliança de dedo, mas por enquanto a luta interna e externa continua. Casar é de fato um rito de passagem e deve ser marcado, deve ser celebrado nem que seja um brinde. Acordar todos os dias mais perto do dia que tudo passará a ser à dois, só que em um é muito gostoso.

Ainda acho que tem um ingrediente especial nisso tudo, sabia?! Tem uma formiguinha aqui dentro do meu coração que me move. Tem uma coisa GIGANTE que nos guia. Como sabem, tenho uma agência de marketing e vejo que todos os clientes, funcionários, parceiros que atraímos respiram da mesma forma. Nós queremos mais! Não quero trabalhar para ter dinheiro, para ser rica e só. Eu acordo de manhã com vontade de ser melhor, melhor pra mim, para os outros, melhor para meus clientes, para as pessoas na rua… o dinheiro é consequência. E se nós juntos pudermos fazer algo melhor, que deixe a vida das outras pessoas melhores?!?!? Pensar assim diminuiu um pouco o peso da gigantesca mudança que é se casar. Pensando assim, minha vida fica com uma Razão diária, e meus problemas, bem menores do que de fato poderiam ser.

Eu resolvi me casar porque não fazia mais sentido seguir sem meu par. Caraca, é ele! Ontem o vi de longe andando bem lá frente em um evento que fomos, e meus olhos brilharam **. Uau! Não tem mais ninguém que possa somar a mim como ele soma. Ele tem esse mesmo desejo de acordar de manhã e ser melhor que ontem. Alias, ele bem mais que eu…rsrs Acorda tão feliz! Sabe… gente feliz? Então, acho que é de família, porque lá todos são assim leves, sorridentes e felizes. Não posso dizer muito, lá em casa tem cada dia difícil e meus pais estão sempre sorrindo, sorrindo e sorrindo. Uau de novo!

Meu desejo é que eu possa ser esse exemplo maravilhoso de família, de amigo, de profissional, de ser humano que nossos pais são. Que um dia meus filhos possam ter pais com qualidades tão maravilhosas. Quer saber? Essa é outra razão do meu matrimonio existir.

Nesse mundo louco e corrido, espero que nossa casa possa ser um canto de conforto, de acolhimento, de amor e que juntos nós dois possamos construir um mundo bem melhor onde quer que nós estejamos. Nós nos casamos porque pensamos assim, igual, só que completamente diferente. ;)

casamento

Beijos da Nika ;)