Olá Casamenteiras, tudo bem?

Quando grávidas a maioria das mulheres experimenta a síndrome do ninho. Que nada mais é do que uma vontade absurda de limpar, arrumar, adequar e organizar a casa. A maioria das mulheres sente essa vontade incontrolável pouco antes do parto, eu tive isso desde o comecinho da gestação.

Minha casa era zero “baby friendly”, era uma casa de casal-recém-casado-que-ama-receber. E logo me bateu a vontade de mudar tudo!

Ninho

Fora isso tem o quarto do bebê, que dá para gastar uma pequena fortuna se você tiver disponibilidade. Eu não precisava de nada chique não, eu queria um lugar alegre, aconchegante e unissex. (Tive um casal de gêmeos, tinha que ser unissex)

Quero aqui passar um pouco da minha experiência sobre as necessidades de um bebê nos primeiros meses e quem sabe tranquilizar uma grávida desesperada.

Lembrei de escrever sobre isso, pois um item que deu “pau” foi o berço. Eu mandei fazer um berço duplo, com bi-cama e uma gaveta. Mas olha, eu acho que nem pedreiro dá tanto problema quanto marceneiro! (Aliás, se alguém conhecer um marceneiro ponta firme em São Paulo e que honre seus prazos, favor deixar os contatos nos comentários!) Eu mandei uma descrição super detalhada do que eu queria, e uma das teclas que eu mais bati era que não podiam haver quinas. Todos os lados deveriam ser arredondados.

O marceneiro fez o berço, atrasou mais de um mês na entrega e entregou o móvel cheio de quinas. Que nervoso que eu passei! Já estava grávida de sete meses e pouco, de gêmeos, ou seja, tudo podia acontecer e o marceneiro me dá uma dessa?

Pedimos para arrumar e lá se vão mais uns vários dias até esse berço chegar. Meu marido me proibiu de me envolver no caso porque eu realmente estava ficando muito nervosa, e isso não era bom nem para mim e nem para os bebês. Resumindo, tivemos que contratar outro marceneiro para fazer o berço e recebemos o móvel antes dos bebês nascerem. Ufa!

Mas, honestamente? Todo esse estresse foi em vão! Repito, em vão! Eles dormiram os três primeiros meses no carrinho! Se coloquei eles no berço cinco vezes nos primeiros meses foi muito! E por isso resolvi fazer esse texto, para que você, grávida (semi-neurótica) como eu fui, saiba exatamente o que você precisa ter na sua casa para receber seu pequeno!

Vamos a uma listinha para facilitar:

  • Roupas RN já limpinhas
  • Fraldas RN e P
  • Paninhos e fraldinhas de boca já limpos
  • Pomada para prevenir assaduras
  • Kit higiene (Garrafa térmica, algodão, pote para algodão e pote para água)
  • Um cantinho gostoso para amamentar o seu bebê
  • Um lugar reservado para trocas de fralda e roupas
  • Mamadeira para emergência (tudo pode acontecer e é melhor ter em casa do que sair correndo para buscar)
  • Escova para lavar mamadeira
  • Chupetas (caso decida oferecer)
  • Esterilizador de chupetas e mamadeiras (os de microondas são mega práticos)
  • Toalhas de banho
  • Lençóis de berço
  • Mantas (leve e pesada)
  • Sabonete da cabeça aos pés
  • Banheira
  • Farmacinha (converse com o pediatra sobre o que ter em casa)
  • Termômetro
  • Cortador de unha e lixas de unha
  • Carrinho de passeio e bebê conforto para automóvel
  • Álcool gel para todos que entrarem em casa

Ítens mais caros que facilitam, mas são contornáveis.

  • Inalador Ultrassônico (silencioso e super útil! Durante os primeiros anos será seu companheiro em cada resfriado…)
  • Babá eletrônica com câmera (super hiper útil, principalmente para evitar as idas desnecessárias ao quarto do bebê)
  • Aquecedor a óleo (único tipo de aquecedor que não resseca o ar, excelente)
  • Cadeirinha de atividades (a maioria dos bebês adora e te deixa livre por alguns minutos para ir ao banheiro ou comer alguma coisa)

Essa listinha foi feita com apenas o essencial, coisas que serão utilizadas mesmo! Tem mais um milhão de outros produtos nesse mercado sem fim que você pode comprar, mas com essa listinha nada vai te faltar. E não se preocupe, se faltar não será nada essencial, vai dar para esperar e comprar quando puder.

Grávida

Bebês recém-nascidos não precisam de muito, quando você sentir que precisa desesperadamente de um móbile de berço que pisca, toca música, treme e dá cambalhotas, lembre-se que as fases passam voando, e que seu filho pode até se encantar pelo móbile, mas em 15 dias já irá se interessar por outras mil coisas e será um dinheiro jogado fora praticamente.

Vocês devem ter reparado que não incluí brinquedos na lista, foi proposital, nesses primeiros meses um chocalho caseiro (aquele com arroz ou feijão crus dentro de uma garrafinha de plástico) e um espelho são os melhores brinquedos do mundo! E tudo que o seu bebê quer é ouvir a sua voz, se sentir amado, confortável e feliz. E isso, vamos combinar que não custa nada!

Se alguém sentir falta de algum item muito importante, por favor, deixem nos comentários que eu edito o post!

Espero ter ajudado as gravidinhas!

Um beijo,

Kaká