Oi Casamenteiras, tudo bem?

Nunca passou pela minha cabeça não saber o sexo do bebê, minha mãe não quis saber o sexo nas duas gestações dela, eu acho incrível quem consegue segurar a ansiedade, acho que eu não seria capaz. Conheço uma moça também que teve o terceiro filho recentemente e que não quis saber o sexo de nenhum deles (todos meninos), ela tentou descrever (impossível colocar em palavras) a emoção na sala de parto, do momento que o médico diz se é menino ou menina, e eu chorei só de ouvir, que emoção incrível! Ela conta que é um momento de explosão de sentimentos, deve ser maravilhoso, fiquei com uma invejinha até, mas eu sou curiosa demais e ansiosa demais para fazer enxoval, montar quartinho, escolher o nome, eu não ia aguentar.

Quando eu descobri que estava grávida, coincidiu de eu estar com uma viagem já comprada para os Estados Unidos para dali a algumas semanas, era a oportunidade perfeita para fazer o enxoval, não dava para deixar passar, então decidimos fazer o exame de sexagem fetal.

grávida - menino ou menina?

Nesse exame, o laboratório analisa o sangue da gestante a procura do cromossomo Y. Lembram das aulas de biologia? As mulheres têm dois cromossomos X (XX) e os homens têm um X e um Y (XY), logo, se for encontrado o cromossomo Y no sangue de uma mulher, o bebê é menino, se não encontrarem é menina.

O exame é muito simples, seguro e tem uma taxa de assertividade de 99%. Pelo que eu li, a única forma possível de dar errado é se você engravidou de um menino, sofreu um aborto e engravidou logo depois de uma menina, é possível (mas muito raro) que ainda tenham vestígios do cromossomo Y do menino presentes no corpo da grávida, e o exame aponte menino quando na verdade é uma menina.

No meu caso, eu aguentaria esperar até a 15ª ou 16ª semana que é quando os médicos conseguem ter certeza do sexo do bebê através do ultrassom, mas por causa da viagem que já comentei foi necessário fazer o exame. Fiz na 8ª semana e o resultado saiu rapidinho. Menino! Tudo bem que depois eu descobri que também tinha uma menina escondidinha na minha barriga, contei essa história aqui, aqui e aqui. Mas se não fosse o caso de eu descobrir os gêmeos só com 12 semanas de gestação, teríamos economizado uma viagem, que na época valia a pena.

No caso de gêmeos, só vale a pena fazer o exame se forem univitelinos (gêmeos idênticos), pois necessariamente eles serão do mesmo sexo, no caso de bivitelinos só dá para saber se forem duas meninas, se encontrarem o cromossomo Y, podem ser dois meninos ou um casal, que foi o meu caso.

O exame não é barato, e os valores variam muito de um laboratório para outro, fiz uma pesquisa e na época (três anos atrás) os valores variavam de R$ 320,00 a R$ 750,00 e não mudou até hoje. Nenhum plano de saúde cobre esse exame por não se tratar de um exame clínico, o médico não pode e nem precisa pedir esse exame, afinal, é apenas para matar a nossa curiosidade não é?

Uma outra opção é o exame de farmácia Intelligender ou Gendermarker, não é tão fácil de encontrar em farmácias brasileiras, mas na internet se encontra de tudo! Custa em torno de R$ 200,00 eu não acho que vale a pena por não ser tão certeiro quanto o exame de sangue, e custar quase a mesma coisa que nos laboratórios mais baratos.

Está grávida e morrendo de curiosidade? Não deixe isso tirar o seu sono! O bebê já vai fazer isso daqui a alguns meses, faça uma boa pesquisa de preços e corre para o laboratório!

Beijos e boa semana!

Kaká