Organizar um casamento já não é uma tarefa fácil para os noivos, pois exige a tomada de muitas decisões e não são poucos os detalhes a serem acertados. E, dentre essas decisões está a escolha das bebidas que serão servidas e o mais difícil – acertar na quantidade para que elas não acabem no meio da festa. Além de cerveja e das clássicas receitas de drinks que podem entrar no menu do casamento, o espumante é indispensável.

 

Muitos fornecedores ajudam no cálculo da quantia adequada, de acordo com a proporção da festa, número de convidados e orçamento disponível. Porém, existem outros fatores que podem acabar gerando incertezas na hora de fechar o pedido. Para te ajudar nessa missão, confira as dicas que nós temos para você não errar na dose.

Como calcular o espumante do casamento

 

Como calcular a quantidade de espumante para a festa de casamento

 

Para não correr riscos com possíveis imprevistos, é preciso levar em consideração alguns fatores antes de calcular a quantidade certa das bebidas. Sobretudo do espumante, que é um clássico nas festas de casamento e faz parte do grande brinde dos noivos – portanto não pode faltar na celebração. Alguns fatores que podem alterar o cálculo são:

 

  • O número de convidados confirmados;
  • A duração da festa;
  • A quantidade de bebida média por pessoa;
  • A variedade de bebidas alcoólicas disponíveis (cerveja, drinks, etc).

 

Isso, pois se o espumante será restrito à recepção, a quantidade será bem menor se ele estiver disponível por toda a duração da festa. O mesmo vale se ele for apenas para o brinde – neste caso pode-se apostar em uma bebida de qualidade superior, já que será servida em pouca quantidade.

 

Geralmente, se considera 1 garrafa de espumante para cada 3 convidados quando se planeja servir durante toda a festa e ainda propor um brinde especial. Caso a ideia seja servir somente para o brinde especial, considera-se 1 garrafa a cada 8 convidados, em média.

 

Observar o perfil dos convidados também é importante para o cálculo, levando em consideração a faixa etária predominante e a porção de bebida alcóolica que a maioria costuma ingerir nessas ocasiões. O clima também é um fator importante na hora de escolher a quantidade, bem como o tipo de espumante. Se houver um número considerável de convidados que não bebem, você poderá diminuir a medida já pré-estipulada, por exemplo.

 

Exemplos de quantidades de bebidas a serem servidas

 

Existem vários tipos de bebidas que ainda podem ser incluídas no cardápio da festa. Como a tradicional cerveja e os coquetéis que sempre estão presentes e caem no gosto dos convidados. As receitas de drinks mais famosas em casamentos são: caipirinhas, batidas de frutas variadas e Sex on the Beach. Se você quiser incluir algumas receitas de drinks, confira aqui algumas ideias para incluir na sua celebração.

Agora, para uma melhor noção de quantidade de bebidas, veja a seguir alguns tipos de bebidas que geralmente são servidas nas celebrações e a quantidade aproximada, considerando o número de convidados e um consumo médio:

Vinho tinto: 1 garrafa para cada 4 convidados
Vinho branco: 1 garrafa para cada 3 convidados
Cerveja: 1 garrafa de 600 ml por convidado
Refrigerante: 1 garrafa para cada 2 convidados
Água: 1,5 garrafas para cada convidado
Energético: uma lata para cada 3 convidados

Lembre-se que essa é apenas uma estimativa, é recomendado sempre ajustar conforme o estilo de cada celebração, bem como época do ano e gosto dos convidados.

bebidas no casamento

Escolher as bebidas e acertar na quantidade exata pode ser trabalhoso e muitas vezes incerto. Por isso, se for o caso, vale também considerar contratar profissionais especializados no assunto. Afinal, esse é o tipo de detalhe essencial para evitar imprevistos no grande dia, possibilitando curtir esse momento especial ao máximo!