Dicas


Para que serve um Pet Sitter?

Pet sitter, também conhecidos como cat sitter ou dog sitter, é uma profissão relativamente nova aqui no Brasil. Trata-se de babás de pets, pessoas que cuidam do seu cão ou gato por algumas horas do dia enquanto você está fora.

Por todo o Brasil, este tipo de serviço é uma das últimas novidades no crescente mercado de pets. Mas como funciona?

petsitter_nota

O(a) pet sitter faz visitas às casas e aos apartamentos e cuida dos bichinhos quando você vai viajar ou passar um tempo fora. É uma grande vantagem também para as famílias que viajam aos finais de semana e não querem deixar os bichos fora do conforto de seu lar. A babá fica responsável por dar comida e água, além de brincar com os clientes caninos e felinos em um período do dia. Dependendo do pacote acordado entre o profissional e o dono, a diária inclui inclusive um passeio pelo bairro.

É um tratamento de rei para o seu pet!

pet-sitting2

E você, já contratou algum(a) pet sitter? Conta pra gente aí nos comentários.

Fonte: Tudo Indica IG

Leia mais...

Aqueça seu pet nesse inverno!

Já estamos chegando naquela época de frio intenso, o ponto forte do inverno. Se precisamos aumentar nossos cuidados com a temperatura, nossos bichinhos também precisam dessa atenção. Se estiverem desprotegidos, eles podem pegar gripes, viroses ou ficar extremamente desconfortáveis.

Mas como cuidar deles? Não podemos tratá-los como gente, afinal, animais não sabem falar que estão com frio. Peludo, pelado, ou cheio de penas, hoje separamos algumas dicas de como protegê-los.

01-como-fazer-uma-cama-para-cachorro-usando-moletom-velho

CÃES

Nem todo cão precisa de roupinhas. Vista seu cachorro apenas na hora de sair de casa, caso tenha pelo curto e more dentro de casa. Animais acostumados com o exterior não precisam de roupas. Com os cães peludos, o cuidado é ainda menor: basta fazer tosas com menos frequência, deixando o pelo mais alto.

Coloque a imunização em dia. especialmente a vacina contra a tosse dos canis, que ajuda a proteger os animais também da gripe. Não vale esquecer as outras vacinas necessárias ao cachorro, como a anti-rábica, a múltipla e a contra a giárdia.

Choques de temperatura são perigosos! Não tire seu animal do banho quente para o ambiente frio bruscamente. Agasalhe-o, ou deixe que ele fique no ambiente quente por algum tempo até que se adapte gradualmente à temperatura.

Cães idosos sofrem mais com o frio e tendem a desenvolver artrose com as mudanças de temperatura do início de inverno. Pergunte ao veterinário se algum medicamento ou suplemento alimentar pode ajudar o seu animal.

Cuidado com recém-nascidos. O filhote leva cerca de um mês, um mês e meio, opara começar a se adaptar com a variação de temperatura.  Após esse período, proteja do frio da mesma maneira que se faz com um adulto. Mas não o exponha a mudanças bruscas de temperatura.

Observe os sinais de doenças. O comportamento do animal não muda muito no inverno. Por isso procure um veterinário, caso o cão esteja amuado, tossindo ou espirrando e com secreções no nariz durante um ou dois dias. Esses são sintomas de infecção bacteriana. Não dê remédios de seres humanos, eles podem machucar seu animal.

Tosses secas não necessariamente indicam doença,mas incômodo com o ar frio e seco. Para trazer bem-estar ao animal, umedeça o nariz com inalações de soro fisiológico ou deixe uma bacia cheia de água ou pano úmido no ambiente.

gato-getty-images

GATOS

Nada de roupas nos gatos! Eles detestam, e alguns ficam até amuados e param de comer até que se tire a roupa.

Faça ninhos quentes para o gato: vale um edredom, iglu, daqueles vendidos em loja de animais ou até a colcha do sofá. Isso porque os gatos sofrem mais com o frio do que os cachorros, mas detestam roupas. Se você tiver mais de um gatinho, melhor ainda: eles vão dormir juntos para se aquecer.

Cuide dos idosos e filhotes, eles são mais suscetíveis ao frio. Seu veterinário pode ajudar nessa questão.

Aumente a frequência de escovações no frio: escove os pelos ao menos três vezes por semana. Na estação fria, os animais tendem a se lamber mais, acabam engolindo muita pelagem e formam mais bolas de pelo no estômago. Caso engulam pelo demais, os gatos podem ter até constipação intestinal.

passaros-com-frio-claudia-sissi-jung

PÁSSAROS

Proteja a gaiola com um lençol ou manta, dependendo de quão frio o tempo estiver. Não tenha medo de cobrir a gaiola toda, a ave se sente mais protegida assim.

Mantenha a gaiola longe das correntes de ar. As plumas do pássaro funcionam como um casaco de lã, mantendo as aves aquecidas, mas vulneráveis aos ventos.

Evite os aquecedores, eles deixam o ar mais seco. Prefira lâmpadas aquecedoras, especialmente as de cerâmica, que geram calor, mas não iluminação. Coloque-as fora da gaiola, mas focadas para a casa do pássaro. Assim, o animal poderá escolher entre zonas mais quentes e outras mais frescas no seu espaço.

Coloque toalhas molhadas ou copos d’água do lado de fora da gaiola para driblar as quedas de umidade.

Quando o pássaro está sofrendo com o frio, fica com penas eriçadas em um canto da gaiola, quieto demais. Talvez seja a hora de aquecê-lo. Mas não precisa de desespero. Normalmente, os pássaros ficam mais calmos no inverno e também podem mudar as penas.

Enriqueça a alimentação das aves com um suplemento à base de proteína, encontrado em lojas de animais. Antes de dar qualquer suplementação, passe no veterinário.

 Fonte: Casa Abril

Leia mais...

Puppy Party: tudo rosa!

Essas festas de adoção de pets são mesmo um amor! Olha que graça esta, toda em rosa para receber uma adorável filhotinha.

pet_festarosa_2

pet_festarosa_8

{O trocadilho paw-ty, (pata + festa) decora as tags}

pet_festarosa_3

pet_festarosa_4

pet_festarosa_9

pet_festarosa_5

{Um amor os doces com patinhas}

pet_festarosa_6

pet_festarosa_7

{Com certificado de adoção e tudo!}

pet_festarosa_1

{Tem até mesa para o banho!}

Fotos: Kara’s Party Ideas

Leia mais...

Acabe com a sensação de abandono

Todo dia é a mesma rotina: você sai de casa com o coração na mão pois teve que deixar seu pet sozinho. Seu cãozinho fica agitado assim que vê você pegando a bolsa, começa a correr para você e pedir colo, e fica chorando atrás da porta quando sai. Ai que dó!

ansiedade_pets_01

Ele faz tudo isso porque se sente abandonado. Ele não sabe que você vai voltar em oito horas, ele sente como se nunca mais fosse ver você. Em alguns casos, é esse sentimento de abandono que o leva a destruir móveis, roer todos os brinquedos, morder suas coisas. Tudo ansiedade. E quando os punimos por serem levados, eles ficam ainda mais ansiosos.

Mas como resolver? Podemos adotar alguns hábitos que vão aliviar essa sensação no seu melhor amigo:

1 – Nunca diga tchau, dê beijos, fale fininho e demonstre seu sentimento por estar indo embora. Isso significa (para ele) que existe alguma situação que está te incomodando, te fazendo sofrer. Consequentemente ele fica angustiado e poderá chorar, latir, etc. Quando for sair, apenas vire as costas e saia. Sem despedidas, sem voltas (para dar uma “espiadinha”), sem dó. Quanto mais normal parecer a situação, mais rápido ele se acostuma a ela.

2 – Quando voltar espere um pouco para fazer festa. Caso abra a porta já passando a mão nele, fazendo carinho e pegando no colo, ele ficará te esperando todos os dias, muito ansioso por sua volta. Chegue em casa, troque de roupa, aja normalmente e só aí faça festinha pro seu cão. É tentador, mas você estará fazendo o melhor pra ele.

3 – Deixe brinquedos para mastigar, bolinhas e petiscos escondidos, como os brinquedos inteligentes de que falamos neste post. E deixe dois ou três brinquedos especiais guardados. Esses brinquedos nunca ficarão a disposição dele o tempo todo. São brinquedos que você brinca com ele, estimula bastante e quando ele estiver doidinho pelo objeto, você guarda. Esses brinquedos servem também para ajudar nessas horas de solidão prolongada. Você também pode adaptar, pegar uma garrafa pet, colocar petiscos que ele adore dentro, vedar bem e fazer furos mínimos pela garrafa.

ansiedade_pets_02

4 – Se puder, deixe uma camiseta sua com ele. Seu cheiro faz com que ele não se sinta tão sozinho.

5 – Cuidado com coisas como brinquedos que soltam partes, pelúcia, ossos, etc. Caso ele engasgue com um pedaço, você não estará perto para ajudar. Tire também fios e objetos quebráveis. Desligue equipamentos eletrônicos das tomadas para o caso dele mastigar. O ideal é que você delimite um espaço, assim você diminui os riscos de ele se machucar. Por exemplo, fechar as portas dos banheiros, quarto de hóspedes, etc.

6 – Caso seja filhote, ele deve ficar preso em uma área restrita enquanto não estiver habituado com a nova casa, com a rotina de ficar sozinho e com as necessidades no jornal.

Acho que o mais difícil é não dar tchau para eles na hora de sair, vocês não acham? Mas se é pelo bem dos nossos pets, a gente se esforça para deixá-los mais confiantes e menos ansiosos!

Fonte: Tudo Sobre Cachorros

Fotos: DrSophiaYin.com e WallPaperStock.net

 

Leia mais...

Brinquedos inteligentes

Seu cãozinho é agitado? Late para todo o barulho que escuta? Quando fica sozinho faz a maior bagunça em casa, estragando móveis e outras coisas? Não brigue com ele, ele é só ansioso!

Provavelmente ele fica muito tempo sozinho, e isso o deixa com medo de ser abandonado. É muito comum, principalmente com filhotes.

Pois saiba que ao mercado canino desenvolveu produtos ótimos para ajudar a controlar a ansiedade dos nossos amigos. São os brinquedos inteligentes, que distraem o seu pet e ainda podem ensinar alguns truques a eles. A maior parte destes brinquedos possui petiscos dentro, o que chama a atenção do cão. Mas até eles chegarem no biscoito, precisam brincar muito, essa é a graça do produto!

brinquedos_caes

1. Brinquedo Dog Tornado Interativo para Cães e Gatos

São quatro camadas de discos giratórios, sendo que três têm compartimentos para esconder os petiscos. Seu pet deve girar o disco de cada camada para encontrar os petiscos. Para aumentar o nível de dificuldade, bloquear as camadas com o bloco de osso.

2. Kibble Nibble brinquedo interativo para cães

Possui dois Treat Meters em suas extremidades que são mecanismos patenteados que liberam a comida aleatoriamente de uma forma desafiadora para o cão.

3. Brinquedo Dog Smart Interativo para Cães ou Gatos

Esconda alguns petiscos nos compartimentos, debaixo de todos ou de alguns dos blocos em forma de osso.

4. Squirrel Dude

A extremidade possui interior com pinos de borracha macios para controlar a saída de recompensas durante a brincadeira.

Um dos mais famosos é o Kong, usado por treinadores profissionais e policiais para recompensar os cães que trabalham e colaboram em atividades como a busca por drogas, captura de bandidos, e etc. O Kong ajuda seu cão a fortalecer a mandíbula e mantém as gengivas saudáveis sem ser agressivo com os dentes. O formato irregular faz o Kong pular de um canto ao outro, de um jeito imprevisível, e deixa seu pet enlouquecido atrás dele. Horas e horas de distração até encontrar o petisco escondido lá dentro! No começo, ajude seu amigo deixando a guloseima mais à mostra, até ele entender como funciona. Depois vá escondendo mais e mais.

brinquedos_kong
E você, que brinquedos usa para distrair seu cãozinho ansioso?

Fotos: Pet Love, BitCão e Pinterest

Leia mais...
Facebook Twitter Instagram Pinterest RSS Facebook Twitter Instagram Pinterest RSS