Organização Pets


Para o seu pet passear bem vestido

Você tem uma cadelinha e gosta de usar vestidinhos fofos nela? E se eles já viessem com a coleira combinando com o tecido da roupinha? Muito melhor não é mesmo?! Os nossos parceiros da Cãopanhia de Luxo pensaram nisso. Olha só que fofos!

O produto tem a mesma funcionalidade da coleira peitoral, mas já vem em um vestido lindo, da mesma cor. É só escolher o modelo e trocar a guia. O que vocês acham, meninas?

Leia mais...

Pets na mala: os mascotes vão ou ficam?

Em época de férias é sempre a mesma dúvida: levamos os pets para a praia junto com a família ou o deixamos em um hotel específico para os bichinhos? De uma forma ou de outra, eles merecem cuidados especiais nessa época do ano por sair do seu ambiente comum e estar entre pessoas e animais diferentes.

A dica principal é o transporte dos animais. Atenção: no trânsito intenso das idas e vindas da praia, qualquer distração pode ser motivo de acidentes. Cachorros e gatos (principalmente os gatos) devem ser carregados em caixinhas especiais para o transporte deles. Se os animais forem de raças maiores, é preciso adquirir um cinto de segurança especial para os pets. Os gatos são animais que ficam agitados e nervosos mais facilmente em ambientes desconhecidos e podem ter ataques de fúria, arranhando e mordendo o dono. Mantenha-os tranquilos e confortáveis dentro da caixinha.

E quando chegar na casa de praia, adapte o ambiente para o seu bichinho se sentir em casa também. Cuidado com a grama, o sol excessivo e as doenças virais que tudo isso pode causar. Antes de sair de casa, leve os pets a uma consulta de rotina ao veterinário, tire todas as dúvidas e também garanta alguns remedinhos de emergência.

E boas férias!

Foto: Pinterest

Leia mais...

Gato ciumento: como lidar?

Seu gatinho arranha muito o sofá? Fica de cabeça para baixo na sua frente? Pula em cima de todos os móveis e escala o notebook e o livro quando você tenta ler e escrever? Senta em cima da televisão quando você está assistindo o final do seu filme preferido e mia sem parar enquanto você toma banho? Ok, fique tranquila, ele é absolutamente normal. Porém, um pouquinho ciumento. Confira as dicas de como lidar com as artimanhas do seu gatinho!

Algumas coisas que você PRECISA saber para manter uma relação harmoniosa com seu gato:

Ciúmes: O gato é um bichinho muito ciumento. Muito mesmo. Se você tem mais de um gato, ou se tem um gato e mais um pet, ele sempre vai ficar observando o seu tratamento. E não vai gostar nada nada se ver que está recebendo menos carinho que o amigo. Ou seja, aprenda a dar amor em doses iguais aos seus pets.

Gato na cama: Eles adoram lugares macios e quentinhos (mesmo no verão) e sempre vão preferir a sua cama para dormir. Atenção: você tem a opção de deixar ou não. Controlar os gatos é uma tarefa difícil, mas eles podem aprender. Seja enérgico ao dizer “não” e bata com o travasseiro na cama (jamais no gato) para que faça barulho e o assuste, tentando fazer com que ele não volte à cama.

Educação: Esta dica é para complementar a de cima. O gato tem personalidade forte e intransigente, o que torna muito difícil a tarefa de educá-lo. Seja enérgico e principalmente, respeite o animal e seus momentos (se você gosta de carinho 24 horas por dia, não tenha um gato). Diga não e bata palmas fortes quando ele fizer algo errado. Mas jamais bata no gato. Ele ficará “de mal” com seu dono e irá se vingar de alguma forma. Como por exemplo quebrando algo em casa.

Mágoa: Os gatos são extremamente magoáveis. Motivos: se fica muito tempo longe do dono, se é xingado ou maltratado, se não pode ficar no colo. Tudo isso faz com que ele se sinta rejeitado e um pouco deprimido com você. Para quem mora em casa: os gatos podem querer trazer “agradinhos” aos donos (leia-se ratos, passarinhos, borboletas, etc.). É a forma de retribuir o carinho. Entendam assim.

Limpeza: Os gatos não gostam de sujeira. Assim como nós. Portanto, mantenha a caixa de areia sempre limpa, caso não queira que eles façam as necessidades em outros lugares. Manter a casa livre de pelos também faz a diferença. Tenha um aspirador de pó sempre por perto.

Leia mais...

Novidades para os nossos pets

Meninas, olhem só a fofura desses acessórios para nossos cãezinhos queridos! Assim como a gente não vive sem brincos, colares e outras coisinhas, nossos pets também não podem sair de casa sem um acessório bem fofo compondo o look, né!

O que são de tão lindas essas plaquinhas de identificação, super charmosas e bem como a gente gosta – brilho, corações, bolsas e penduricalhos, demais!

Agora, o que me conquistou mesmo foram essas coleiras com lacinhos em poá, todas feitas em couro, gente! Românticas, com um ar retrô! Não é para querer que nossas amadas desfilem lindas por aí com elas? E a guia com estampa animal print, e pink ainda?

E também tem a ala das utilidades para o cantinho dos pets: esses comedouros são super diferentes e muito criativos. Conseguem unir praticidade e higiene num produto só!

O Pupp Food é um reservatório de ração em formato de cachorro que tem embutido na sua base um comedouro removível. Quando seu cãozinho acabou de se alimentar, é só encaixar o reservatório no comedouro e pronto! Xô, insetos e ração fresquinha sempre!

Mas o destaque mesmo é  um super utensílio, bem moderno mesmo, que alia a tecnologia à praticidade que a gente tanto busca, e adivinhem? Cor de rosa também!

O Comedouro automático tem sensor que faz com que as “portinhas” (a tampa) se abram quando seu bichinho se aproxima para comer e fecha quando ele se afasta! Parece criança brincando em porta de shopping! O melhor é que ele é desmontável, portanto bem fácil de limpar!

Todas essas novidades estão na Maria Presenteira, uma loja encantadora, cheia de coisinhas lindas pra nossa casinha (já falamos dela aqui) que agora oferece também uma sessão especialmente para os Pets!

Bacana, né! Eu adorei a novidade e os produtinhos! E vocês?

Fotos: Maria Presenteira

 

Leia mais...

Sua casa é pet friendly?

A gente já comentou algumas vezes sobre hotéis e estabelecimentos comerciais que são pet friendly, mas vocês já pararam pra pensar se a nossa casa é ideal para acomodar um pet com segurança e conforto?

Pois é, encontrei essa matéria no BHG esta semana e resolvi colocar aqui alguns pontos importantes que devemos cuidar na nossa casa, coisas simples mas que dão mais segurança ao nosso pet.

Olhem só quantos detalhes bem importantes a gente deve cuidar:

Espaço: Gatos e cães precisam de espaço para correr, brincar e gastar energia. Se moramos em uma casa com pátio isso se torna mais fácil, mas se moramos em apartamentos é importante lembrar que os passeios na rua com nosso pet devem ser diários.

Pisos: Pisos frios são mais higiênicos e de fácil limpeza, não acumulam pelos nem bactérias. É o mais recomendado, e o ideal é que sejam antiderrapantes. Já carpetes tendem a acumular muitos pelos, atraem ácaros e pulgas e dão muito mais trabalho para limpar,  além disso, se o carpete não for aspirado com frequência, a sujeira pode acabar causando doenças.

Tapetes: Se sua casa tem piso frio ou de madeira, sabendo como seu bichano gosta de correr e brincar por todos os cantos, um detalhe bem importante é ter tapetes antiderrapantes, pois com o tempo, o excesso de esbarrões e perda de equilíbrio durante as brincadeiras pode gerar lesões sérias. Espalhe esses tapetinhos em pontos estratégicos da casa, onde seu pet costuma brincar mais.

Brinquedos: Eles precisam de distração e quando são mais novinhos passam boa parte do dia brincando, então deixe sempre à mão alguns dos seus brinquedos favoritos, e os demais guarde em caixas organizadoras. Se quiser manter tudo no lugar, dê preferência as que possuem tampa, pois logo eles aprendem o caminho e vão querer eles mesmos pegar seus brinquedinhos na caixa, do contrário, eles ficarão muito felizes em ter tudo à disposição na hora que bem entenderem!

Hora do Sono: Seu pet precisa saber que tem um lugar para dormir e que é sempre no mesmo lugar. Se deixar ele escolher, claro que será a cama onde seus donos descansam, então trate logo de deixar uma cama bem fofinha para ele, pode ser ao lado da sua, sem problemas, desde que ele saiba que é só ali que deve descansar. Algumas pessoas preferem deixar seu pet em outra área da casa e não há problema nenhum nisso desde que seja seguro e confortável.

Produtos químicos: A regra é conhecida nossa – manter tudo longe do alcance, em armários altos e bem fechados. Não esqueçam que gatos são alpinistas, ok! Outro detalhe importante é quando a limpeza da casa for realizada. Produtos químicos muito fortes podem causar reações alergicas sérias, já que eles costumam lamber ou ficar deitados no chão. Se puder, use produtos neutros ou caseiros. Ou leve seu cãozinho pra dar uma volta até a casa estar limpa.

Mesa e bancadas: Cheiro de comida é irresistível para eles, assim como objetos que despertam sua curiosidade. Mantenha as bancadas e mesas auxiliares o mais livres de objetos possível. Isso vale também para cabos de energia (bem perigosos se eles inventarem de roer, né) e puxadores de cortina, isto é, tudo que atraia a atenção deles deve estar bem fixado, escondido ou distante do seu alcance. Quanto a mesa das refeições, deve estar sempre limpa e sem nenhum sinal de alimento. A saúde do seu bichano agradece.

Alimentos: O ideal é que seu animal de estimação seja sempre alimentado com a ração indicada pelo veterinário. Isso porque eles não absorvem os alimentos da mesma forma que nós, e podem ficar doentes se insistirmos em oferecer. Chocolates, café, sementes de algumas frutas, cebola, alho e uvas são alguns dos alimentos que podem causar graves problemas de saúde no seu bichano.

Plantas: Se você tem um jardim ou mesmo plantas dentro de casa, se informe sobre a toxicidade delas, algumas plantas são muito perigosas e podem ser fatais se ingeridas por eles. Se for o seu caso, é melhor se desfazer delas e procurar alguma que não ofereça riscos. Alguns exemplos de plantas tóxicas: Comigo-ninguém-pode, Copo-de-leite e Bico-de-papagaio.


 

Fora todas essas observações que são muito importantes para manter a casa segura para nossos pets, é legal ter um lugar na casa onde armazenar as coisas deles: rações, coleiras e produtos de higiene. Lembrem-se que a ração deve estar em um acesso fácil mas  não disponível. Dessa forma você evita aqueles episódios de invasão ao pacote de ração ou a prateleira de comidinhas prontas, né!

Além disso, escolha bem o lugar das refeições do seu pet, deixe sempre água fresca disponível e ofereça a ração nos horários recomendados pelo veterinário.

E vocês, têm alguma dica pet friendly pra compartilhar com a gente?

 

Fotos: BHG, House to Home, Personal Creations

Via: BHG

Leia mais...
Facebook Twitter Instagram Pinterest RSS Facebook Twitter Instagram Pinterest RSS