pesquisa


Seu gato pensa que você é um gato gigante

Quem tem felinos em casa sabe que eles podem ser ótimos companheiros, apesar da aparente indiferença que é natural de sua espécie. Mas você sabia que por mais que você cuide do seu gatinho como se fosse um filho, ele não te enxerga como mãe ou pai? Segundo o biólogo inglês John Bradshaw, os gatos acham que os humanos são, na verdade, gatos gigantes.

gatinho-resized

Bradshaw estuda o comportamento de animais domésticos há 30 anos. Em seu novo livro Sense Cat,o especialista explica que os gatos nunca foram criados para uma função específica, diferente dos cães que tiveram as raças cruzadas para serem mais dóceis. Como são menos domesticados que os cachorros, os gatos costumam agir pelo instinto.

Ele afirma também que os gatos sentem emoções extremas, mas não demonstram da mesma forma como fazem os cães. Além disso, enxergam os humanos como gatos gigantes e dóceis. Quando seu gato se esfrega na sua perna, por exemplo, está demonstrando afeto da mesma forma como faria com outro gato.

Não são uns queridos? E ainda tem gente que diz que gatos não tem sentimentos…

Fonte e foto: Info

Leia mais...

Os cachorros sabem quando estamos tristes?

Quem tem cachorro(s) em casa já passou por uma situação assim: sempre que você fica tristeos bichinhos ficam ainda mais carinhosos, como se entendessem que você precisa de um ombro amigo – nesse caso, uma pata amiga.

cachorros-sentem-quando-estamos-tristes

Não é por acaso, é real! Uma pesquisa da Universidade de Londres provou que os nossos cachorrinhos sabem quando estamos tristes.

Pesquisadores recrutaram 18 cachorros e seus donos com uma ideia simples: avaliar o comportamento dos cães em algumas situações. Em suas casas, enquanto seus donos apenas conversavam, os cachorros não davam muita bola. Seis deles até se interessaram quando o pesquisador ou o dono começaram a cantar. Mas quando alguém chorava, a maioria (83%) dos cachorros se aproximava com a cabeça baixa e o rabinho entre as pernas – segundo a pesquisa, esse comportamento submisso pode ser sinal de empatia.

“Os cachorros se aproximaram sempre que alguém chorava, independentemente da identidade da pessoa. Portanto, eles respondem às emoções das pessoas, não apenas às próprias necessidades, o que parece ser um comportamento empático, para oferecer conforto”, explica Jennifer Mayer, uma das autoras da pesquisa.

Não é um amor?

Fonte: SuperInteressante

Leia mais...
Facebook Twitter Instagram Pinterest RSS Facebook Twitter Instagram Pinterest RSS