Meninas, o DIY de hoje é perfeito tanto para os noivos quanto para os pais e padrinhos… Afinal de contas eles também merecem atenção, né!

Se trata de um projeto DIY organizado por Leigh Anne Landman do Florallab que eu achei muito bonito e uma boa ideia para vocês!

A flor que vai na lapela é um detalhe bem simples e que ao mesmo tempo faz muita diferença – e só a gente sabe o quanto um detalhe muda tudo, concordam?!

Ela serve principalmente para diferenciar e identificar os homens “importantes” do casamento, isto é, noivo, pai, pajens e padrinhos. Claro que o noivo merece o maior destaque, sendo que a Boutonnière dele deve ser a mais bonita. Justo, né!

Então, vamos ver o que precisamos:

♥ Ranúnculos ou raminhos de Lavanda (ou ainda outra flor da preferência de vocês, porém que seja pequena) com as hastes cortadas

Botões de Ranúnculos ou raminhos de ervas (orégano, sálvia…) também com as hastes cortadas de forma igual

Fita isolante ou fita adesiva comum

Pedaço de renda ou fita mimosa ou cordão (de acordo com o gosto e com o estilo do casamento)

Alicate de jardim

Alfinete ou joaninha

Olhem a simplicidade desse projeto:

Separe os raminhos de forma que você consiga identificar o que vai compor cada mini buquê.

Vá juntando os raminhos com a flor escolhida e passe um pedaço pequeno de fita adesiva em volta das hastes para ficar bem firme.

Agora, escolha o acabamento (fita, cordão ou renda) e forre a haste que já está bem firme com a fita adesiva. Se usar algo que não permita dar nós, como a renda, coloque um pingo de cola e firme por alguns segundos a emenda.

Use a criatividade, mas sem exageros, já que é uma peça bem delicada e pequena. Finalize com um alfinete para prender o arranjo na lapela.

Conservação: O ideal é que elas sejam feitas no mesmo dia ou no máximo, no dia anterior ao casamento. Mas nada impede que você faça com alguns dias mais, desde que tenha um freezer a disposição para armazená-los (sem legumes ou frutas ou qualquer outra coisa, vazio mesmo) com cuidado.

Detalhe: A flor sempre é colocada na lapela esquerda – para o caso de alguém esquecer!

Pronto!

Olhem só quantas opções temos para nos inspirar… isso sem contar com todas as outras que com certeza vem à nossa cabeça enquanto estamos lendo esse DIY, né!!!

Eu achei todas tão mimosas…

Além disso, essa florzinha chamada ranúnculo eu conheci na casa da minha vó, quando era criança – haviam várias árvores dela aqui no interior do RS – e adorava ficar apertando os botões, era a brincadeira favorita enquanto caminhávamos nas calçadas daqui! Bons tempos esse DIY me fez recordar!

Espero que vocês também tenham gostado! Não esqueçam de comentar!

Fotos: Jackie Wonders via The Inspired Bride