Outro dia levei um pequeno susto quando fui buscar a Belinha na pet após o banho. Ela começou a respirar de uma forma muito estranha e apavorante, como se estivesse asfixiada, com dificuldade de respirar. Fiquei super assustada, foi horrível!

Dog-Sneeze1 Espirro invertido canino
Graças a Deus a veterinária dela estava lá e me explicou o que estava acontecendo. Era o tal do “espirro invertido“, “espirro reverso” ou “reverse sneezing“: o sintoma é um som respiratório forte, como se o cachorrinho estivesse inspirando o ar de forma violenta, para tentar respirar melhor. No espirro normal, o percurso do ar acontece no sentido oposto – o ar sai pelo nariz do cão. O som forte emitido pelo espirro invertido assusta e faz com a gente pense que o pet está com algum objeto estranho no nariz ou com uma crise respiratória, como falta de ar. A boa notícia é que o espirro invertido é momentâneo – podendo levar alguns segundos – e, normalmente, não causa nenhum mal aos bichinhos. O cachorro costuma se recuperar naturalmente, não sendo necessário nenhum tipo de tratamento especial.

Segundo a veterinária me informou, na verdade trata-se de uma irritação do palato mole, que causa um espasmo capaz de diminuir temporariamente a capacidade respiratória do cão. Acontece, na maioria das vezes, quando os animaizinhos estão muito empolgados e felizes com a chegada dos donos ou durante a excitação com o passeio diário na rua. A orientação é que se procure acalmá-lo para que a condição passe o mais rapido possível.

 De qualquer forma, se os epiódios forem muito comuns, é melhor levar o seu amigo ao veterinário, a fim de se descartar problemas respiratórios mais graves.  Para saber mais, clique aqui.

Por Karla Keunecke

♥♥♥

Foto e fonte: via Caninos e Grandes