Será que tem espinafre? Será que tem tomate? Será que tem agrião?

Brincar é bom e se alimentar é melhor ainda, mas nós mamães sabemos que às vezes é difícil fazer seu pequeno comer coisas que são importantes para a saúde deles. Por isso mesmo que trouxemos algumas dicas de como tornar alguns alimentos interessantes para o seu filho.

 

Acerola – Rica em vitamina C, a acerola pode ser batida junto com suco de laranja, assim o gosto ácido da fruta passa desapercebido. Você também pode fazer uma calda com tomilho, ou outros temperos, para acompanhar peixes e aves.

Fígado – Riquíssimo em ferro, o fígado ajuda a aumentar as defesas do organismo. O gosto forte acaba sendo o principal motivo pra sua rejeição. Para reduzir esse sabor, deixe marinando em suco de limão. Outra saída é moer junto com a carne moída e fazer hambúrgueres para a criançada.

Leite – Importantíssimo para a aquisição de cálcio, que é fundamental para a formação dos dentes e ossos. Rico em fíbras, este líquido também é muito importante para a musculatura. Milk shakes e vitáminas são mais do que recomendados. Lembre-se dos derivados do leite, como o queijo e o iogurte e diversifique a alimentação de seu filho.

Peixe – Além do ferro, o peixe é uma ótima fonte de ômega 3 e ômega 6, que ajudam no desenvolvimento cerebral do seu filho. Prefira peixes de água salgada, eles são menos gordurosos. Apostar em sticks de peixe pode ser uma boa saída.

Espinafre – Rico em ferro e zinco, este alimento atua diretamente no sistema neurológico, sendo extremamente importante para a concentração e a memória. Uma ideia para cozinhar o espinafre é usá-lo como recheio de tortas, quichês e bolinhos.

Alface – Um depósito natural de fíbras e vitamina K, que é importante para a coagulação sanguínea. Você pode caprichar em saladas coloridas. As cores chamam atenção das crianças, então capriche.

Cenoura – Rainha da vitamina A, é super importante para a percepção de cores e formas, além de ajudar na manutenção do globo ocular. Uma boa forma de produzir esse alimento é grelhá-lo junto com outros legumes. Azeite de oliva e alecrim ajudam a acentuar o sabor das leguminosas.

Comida é coisa séria e ensinar seu filho a se alimentar é um longo caminho. Algo que pode ajudar é levá-lo para comprar os alimentos junto com você, assim ambos passam mais tempo juntos e ele aprende muito mais sobre sua alimentação.