Filhotes de cães são sempre uma fofura, todo mundo adora ver, pegar e fotografar, né! São super queridos, umas bolinhas que mal conseguem andar! Mas antes desse momento muitas coisas acontecem, e quem mais tem a ver com essa situação é a cadelinha que vai gerar essas fofuras todas, além dos cuidadores (donos) dela e da prole!

Antes de decidir pelo cruzamento canino, algumas coisas devem ser observadas e profundamente analisadas pelos donos tanto da fêmea quanto do macho. Jamais deve ser uma decisão apurada, sem avaliar esses pontos que citarei a seguir!

cruzamentocaes1-1 Sua cadelinha está pronta para acasalar?

Em primeiro lugar, precisamos saber se estamos dispostos a enfrentar todo o processo do acasalamento, desde o preparo, a cruza em si, a gestação, o parto e principalmente se estamos preparados para receber os filhotes! Tomando consciência desses aspectos, podemos partir para os passos seguintes com segurança na nossa decisão!

♥ A idade mínima para uma cadelinha acasalar é 1 ano e meio ou no terceiro cio.

♥ A fêmea deve estar saudável e preparada para a gravidez; o processo gestacional e pós parto – inclusive a amamentação – não devem afetar sua saúde.

♥ Deve-se fazer uma avaliação – tanto da fêmea quanto do macho – que leve em conta as doenças hereditárias, temperamento e história de agressividade com crianças ou adultos.

♥ O cruzamento de raças diferentes deve ser evitado quando houver diferença de tamanho entre macho e fêmea, pois pode levar a complicações no parto.

♥ Um mês antes do acasalamento, a fêmea deve ser vermifugada e se necessário, também vacinada. Na dúvida, o veterinário é quem poderá orientar corretamente.

Fora essas questões mais práticas e que levam em conta a saúde da sua cachorrinha, outras questões precisam de atenção:

♥ Você está preparada para os cuidados com sua pet na gestação, no parto e no acompanhamento dela após o parto, durante a amamentação, até o desmame dos filhotes?

♥ Já tem lares seguros e confiáveis para todos os filhotes ou está preparada para cuidar de todos, se resolver ficar com eles? Antes de permitir ou decidir pelo cruzamento, analise bem se todos (independente de quantos sejam – geralmente mais de 6 filhotes) terão um lar adequado e serão bem cuidados.

♥ Pense bem na possibilidade de alguém desistir da adoção ou devolver um dos filhotes por não se adaptar à nova casa, se isso acontecer, você está disposta a ficar com ele como mais um membro da família?

Diferentemente dos seres humanos, a gestação canina apresenta poucas alterações sanguíneas nas primeiras semanas além de poderem apresentar a Gravidez Psicológica, por isso um diagnóstico mais exato só será possível a partir do 35º dia, através do Ultrassom e de um Raio X.

Confirmada a gestação da sua cachorrinha é só esperar entre 57 e 62 dias. Enquanto isso, vá se preparando para o parto. Se notar que o período previsto para o parto foi ultrapassado, procure imediatamente o veterinário.

Com todas as reflexões feitas e decisões importantes tomadas, vale a pena rever alguns posts sobre o assunto que já foram publicados aqui:

Fêmeas Gestantes e Filhotes

Gravidez Psicológica

Todos esses temas são assuntos bem importantes e que devem ser levados à sério. O acompanhamento de um veterinário de sua confiança durante o processo ajuda para que tudo aconteça com tranquilidade e segurança!

Fonte: Pets & CO

Fotos: Art Leo e Facilísimo Mascotas