56360 Um pouco atrasada, mas... Sempre fui uma grande fã dos seriados americanos passados na Warner, Sony e Fox. Depois de ter ficado “desasada” após o término de Sex and the City em 2004, prometi a mim mesma que não ia mais acompanhar nenhum programa deste tipo. A promessa foi logo quebrada quando me apaixonei por The OC, sem conseguir perder uma capítulo sequer. Mais uma vez, minha série favorita foi cancelada no início do ano e fiquei sem saber o que assistir.

Foi então que resolvi dar-me uma nova chance e a experiementar finalmente um capítulo de Grey’s Anatomy, que vinha fazendo tanto sucesso entre muitas pessoas! Tinha um pouco de resistência em assisti-la porque achava que era uma reinvenção de ER, que não gosto mesmo…. Na verdade, a única semelhança entre ER e Grey’s Anatomy é que ambas se passam no hospital… Enquanto ER mostra o dia-a-dia do trabalho dos médicos plantonistas, partindo então para a vida privada das personagens (note que nas últimos episódios há uma maior exploração das relações inter-pessoais que não existia no início da série), Grey’s Anatomy parte da vida privada, sendo ponto central da série mostrar as relações românticas, de amizade e os problemas de caráter pessoal vividos pelos protagonistas. Não preciso dizer que logo de cara me apaixonei pela série, que já está em sua Terceira Temporada!! Como nunca havia me interessado antes??

Para quem não sabe, Grey’s Anatomy, que estreiou em julho de 2005 no Brasil, no canal Sony (nos EUA o seriado é exibido no horário nobre da rede ABC), mostra a dura rotina de cinco jovens estudantes de medicina — Meredith Grey (Ellen Pompeo), Cristina Yang (Sandra Oh), Izzie Stevens (Katherine Heigl), George O’Malley (T.R. Knight) e Alex Karev (Justin Chambers) — que iniciam sua residência na ala cirúrgica de um hospital de Seattle, o mais rígido programa cirúrgico de Harvard. A série é focada na Dra. Meredith Grey e seus colegas, também internos, mostrando suas vidas amorosas e as dificuldades pelas quais passam no seu novo trabalho. Os internos são liderados por um grupo de médicos bem-sucedidos: a “nazista” chefe dos residentes Miranda Bailey (Chandra Wilson), o conquistador cirurgião Dr. Derek Shepherd (Patrick Dempsey), o arrogante Dr. Preston Burke (Isaiah Washington) e o chefe da cirurgia Dr. Richard Webber (James Pickens Jr.). O título do seriado é uma brincadeira com “Gray’s Anatomy” (A Anatomia por Gray), um famoso livro de anatomia de Henri Gray. A série é exibida pelo canal de TV a cabo Sony Entertainment Television, às segundas, 22h00.

Resultado: Como havia perdido já 2 anos da série, resolvi alugar o DVD da primeira temporada e não consegui parar de assistir um capítulo após o outro! Viciada total! Não fosse o Grêmio jogar a final da Libertadores na Bamboneira hoje à noite, passaria mais uma madrugada em claro assistindo meus novos heróis preferidos!

Queria eu ter a paixão que eles têm pela profissão deles… Bom, mas isso fica para um outro post…