cachorros-viajando1 Viajando com os pets

Eu amo viajar e estou há um tempinho planejando uma viagem, mas não quero nem pensar em ter que deixar a minha Belinha, afinal ela é minha filhota e membro da família! Quando digo que quero levá-la comigo para onde eu for, alguns me olham torto e me acham doida (será?). Mas eu e meu marido fazemos questão de levá-la! Não gosto da ideia de deixá-la num hotel para cachorros… por mais legais que eles sejam, não sei o que ela vai sentir, acho triste imaginá-la longe da gente, sem entender o que vai acontecer… Além disso, imagina que amor ela nas fotos das viagens, passeando conosco?

Então, além de verificar nos hotéis se eles são “pet friendly“, é fundamental conhecer as regras das companhia aéreas. Já postamos algumas dicas aqui e aqui, mas vale a pena atualizar as informações sempre! Olhem só as dicas da Revista Viagem:

dog4 Viajando com os pets

DOCUMENTAÇÃO

Voos nacionais

Em todas as companhias, certificado de vacinação antirrábica (vacina datada de 30 dias a um ano do voo) e atestado de saúde emitido pelo veterinário no máximo dez dias antes do embarque. Azul e Gol só embarcam pets com idade mínima de 4 meses (na TAM e na Avianca, animais com menos de 3 meses precisam de autorização do veterinário para voar).

Voos internacionais

Com a documentação exigida nos voos nacionais, procure o posto do Ministério da Agricultura para a emissão do Certificado Zoossanitário Internacional (CZI), válido para embarque em até dez dias. Para União Europeia e Japão, e nos voos da Emirates, também é necessário um laudo de sorologia antirrábica emitido pelo Instituto Pasteur (www.pasteur.saude.sp.gov.br) e pelo Laboratório de Zoonoses e Doenças Transmitidas por Vetores (link em www.prefeitura.sp.gov.br). Providence-o cerca de 90 dias antes do embarque para a Europa ou o Japão e um mês antes do voo para Dubai. Europa e Japão exigem ainda um microchip de identificação (consulte um veterinário).

PETS NA CABINE DE PASSAGEIROS

Voos nacionais

Avianca: reseva de 48 horas, somente um animal por trecho e peso máximo de 5 quilos com kennel.

Azul: máximo de três pets na cabine por voo, limite de 5 quilos por animal com kennel.

Gol: não permite animais na cabine.

TAM: com reserva de no mínimo 24 horas, são permitidos apenas dois pets por aeronave e desde que animal mais kennel não excedam 10 quilos.

Voos internacionais

Air Canada: máximo de quatro animais na cabine por voo, peso máximo de 10 quilos (animal e kennel).

Air France: máximo de três pets na cabine por voo (reseve uma semana antes), limite de 6 quilos por animal com kennel.

Emirates: não permite animais na cabine.

TAM: com reserva de 24 horas (são permitidos só dois pets por voo) e desde que o peso do animal com o kennel não exceda 10 quilos.

TAP: limite de 7 quilos (animal e kennel); reservar 72 horas antes.

United: não há limite de peso, somente de dimensões do kennel.

TAXAS

Voos nacionais

Na TAM, R$ 90 mais a soma do peso do animal e do kennel multiplicada por 0,5% da tarifa cheia. Na Gol, sob a mesma fórmula, a taxa é de R$ 70, e a porcentagem, de 1%. Pela Avianca, paga-se apenas o peso do pet e do kennel multiplicado por 0,5% da tarifa. A Azul cobra somente uma taxa fixa (R$ 100).

Voos internacionais

Na Air Canada, a tarifa é de CAD 100 em voos para a América do Norte. Na Air France, de € 20 (na França) a € 200 (trechos intercontinentais). Na Emirates, o preço depende do destino e do tamanho do kennel. Na TAM, US$ 50 mais os impostos cobrados pelo destino e o eventual custo de excesso de bagagem. Na TAP, a taxa é de US$ 150 para até 23 quilos (animal mais kennel). Na United, de US$ 100 (até 32 quilos) a US$ 200 (acima disso).

Por Karla Keunecke

♥♥♥

Fonte: Revista Viagem

Fotos: Medicina Veterinária e reprodução