Ano Novo


Amor, você é a melhor coisa que acontecerá no meu ano

kissing-b-G

Olhe bem, amor. Consegue ver aquele ano novinho em folha ali vindo em nossa direção? Podemos entrar de cabeça nele e realizar coisas que sempre sonhamos juntos, ou podemos simplesmente ter mais um ano normal. É a gente que escolhe como decidiremos a nossa estrada juntos.

Alí, naquelas horas, dias e meses temos que arranjar um espaço para nossos sonhos, para nossos desejos, para nossa metas e propósitos, cabe também um pouco de inspiração para que nos tornemos ainda mais amantes um do outro. Topa?

Veja também: Só queria dizer que estou feliz com você e Papai Noel, neste ano, quero um amor de verdade

Temos outras trezentos e sessenta e cinco oportunidades de fazer nosso caminho tomar um rumo bem diferente. Podemos criar novas maneiras de nos amar, atualizar nossos antigos romances e ser surpreendidos pelas escolhas que estão bem diante de nossos olhos.

Todos aqueles dias organizados, e seguidos um do outro, tem neles nova possibilidades de apreciar as estações, cada época com sua chance recém-adquirida de fazer as coisas acontecerem.  Repare bem, amor, neste novo ciclo, como é bela sua nova cara, perfumado seu cheiro de novidade chegando e seu hálito soprando fragrância de novidades.

Vamos nos matricular novamente na escola da vida a dois afim de aprendermos cada dia mais sobre o assunto do amor. Podemos fazer umas aulas práticas extras de carinho, afagos e cafunés. Afinal de contas, nenhuma outra coisa na vida vale mais a pena do que construir um novo tempo com você.

amor

Nosso coração está aberto para experimentar coisas novas? Nosso abraço está estendido paraantigas visitas? Nossos olhos destampados para para ver a plenitude do que podemos ser? Nosso mais sincero sentimento está escavado para encontrar novas sensações? Nossas vidas estão completamente envolvidas para nunca desatarmos nossas presenças? Nossos egos, que tanto nos atrapalham, estão perfurados  para que possamos somente amar e mais nada?

Teremos que recomeçar, remendar, nos entregar, renovar, perdoar, insistir, re-amar,  dia após dia, hora seguida  de hora, minuto a minuto. Talvez não seja fácil. Na verdade, quase sempre não é. Vamos ter que nos esforçar para decidir amar. E talvez até tenhamos que ter o dobro de paciência, mas precisamos mesmo aperfeiçoar ainda mais nosso amor.

Tem um Ano Novo bem na nossa cara e o que não me falta é uma porção de expectativas para nós. Você me conhece, tenho pressa em ser feliz com você e daqui a pouco, quando tudo for melhor, a gente vai saber que descobrimos outro “nós” e que valeu tanto a pena escolher um novo caminho neste novo ano.

O que eu desejo é que a gente nunca pare de sonhar. Sonhar juntos. Porque se nós queremos tanto ser felizes, temos que aprender a fazer o outro feliz. Que nesse caminho nunca faltemamor, entrega, renuncia, saúde e amigos.

E àqueles que ainda não toparam com um amor de verdade, que sejam atropelados por uma paixão inadiável e que seus corpos fiquem como os nossos, estendidos na alameda dos afetos, para sempre.

Coluna Casal do Blog

Leia mais...
Casare - Seu Site de Casamento mais Elegante!

A solidão de ser mãe

Oi Casamenteiras, tudo bem?

Quando a gente casa, é uma festa não é? Aquele movimento gostoso da família, amigos, padrinhos. Chá de cozinha, chá bar, chá de lingerie, finalmente o grande dia e tudo é uma festa!

A vida de recém casados também continua nesse ritmo na maioria das vezes. Open House, receber a família pela primeira vez, jantar para os padrinhos, uma loucura muito gostosa. Na minha casa foi exatamente assim, tinha gente em casa pelo menos três ou quatro vezes por semana, toda semana durante os três anos que fiquei casada sem filhos. Minha casa era uma festa e eu amava isso de paixão!

Durante a gravidez, esse ritmo já começa a desacelerar naturalmente, e depois que nascem os filhos muitas mães se sentem sozinhas e as vezes até abandonadas pelos amigos. É natural, as pessoas estão em fases diferentes da vida.

Eu confesso que não sofri nessa fase, acho que eu curti tanto a vida de recém casada com os amigos que ficou tranquilo para mim. E também não quero me gabar aqui, mas os meus amigos são demais! Claro que um ou outro deu uma sumidinha, fases diferentes, churrasco até as 6h da manhã não combina com bebê pequeno em casa, mas olha, a maioria ficou, e ficou mais perto do que nunca! Eu o marido e as crianças somos incluídos em todos os planos, os horários mudam, se adaptam, e sempre damos um jeito de comparecer nos eventos. Amo isso demais!

Mas sei que nem todas as famílias têm essa sorte, e veem seus amigos sumirem aos poucos. Feminismos e machismos a parte, a mulher é normalmente quem mais sente. Geralmente é ela que fica em casa com a cria, às vezes por dias sem colocar os pés na rua.

Eu vejo essa situação da seguinte forma, não dá para esperar que a sua vida seja igual a vida de antes de ter filhos, não combina. Bebês precisam de rotina, sossego, e proporcionar isso aos filhos não causa sofrimento nenhum, é tão natural, você simplesmente faz e sem reclamar. As pessoas acabam sofrendo por causa do comportamento dos outros, no caso os amigos que somem, e isso não tem como controlar, então é inútil sofrer.

Pode ser que você tenha mudado muito, aliás, tenho certeza que você mudou. Será que você não assumiu uma postura mais fechada e reservada sem perceber? Por que isso é totalmente natural para mamães de primeira viagem. E os seus amigos sem filhos não são obrigados a entender isso.

Eu lembro que no começo, logo que eles nasceram, meu único assunto eram bebês. Por um tempo eu nem percebi, mas é tão natural, eu só falava disso, e olha que eu sempre fui super antenada, adoro saber tudo que está acontecendo no mundo, mas é impressionante como essa fase domina a mulher. Não dá para julgar nossos amigos caso eles achem que o nosso único assunto do momento seja um pouco chato para eles, não é?

Se você sente falta de conviver, mostre isso, esteja presente, dê seus pulos, adapte os horários, mas não fique em casa sofrendo pela atitude dos outros, não vai resolver nada.

Tenho amigos que nunca tiveram ajuda de ninguém com os filhos e sempre estavam presentes, a pequena deles é acostumada a dormir no carrinho, conhece o sofá da casa de todos os amigos, está em todas! É possível, mas depende muito mais de você e da sua postura do que dos seus amigos.

O que eu posso prometer para você é que conforme nossos pequenos crescem, as coisas mudam muito. Vamos criando coragem de sair da rotina as vezes, eles aguentam muito melhor os eventos e viram companheirões em tudo. Claro que tem limites, mas se você escolheu ter filhotes, já sabia que isso estaria no pacote e tenho certeza que olhando para o seu pequeno ou pequena, você não trocaria o que tem por nada nesse mundo!

Feliz Ano Novo!

Escrevi esse texto hoje, pois sei que tem muitas mamães por aí que vão ficar em casa com seus bebês enquanto os amigos estarão nas festas de Ano Novo por aí. Sem tristeza meninas! Você tem um tesouro aí no seu colo, e é só uma questão de tempo para você voltar a “vida normal”só que com a melhor companhia do mundo! O seu filhote!

Feliz Ano Novo! Muita Luz, Paz, Alegria e Amigos!

Beijos,

Kaká

Leia mais...

Feliz Ano-Novo!

2013 foi um ano lindo. Novas vidas surgiram, nos enchendo de alegria (Como a Alice, filha da Karen e nossa dose de fofura no Instagram do Casamenteiras!), novas leitoras chegaram, vimos muitos casamentos planejados com a ajuda de nossos posts. Também vimos festas de aniversários de bebês e chás de fralda de leitoras que há não muito tempo nos mandaram seus chás de panela e casamentos. E isso é lindo e inspirador pra gente!

E olhando para os posts do ano, e para tudo o que aconteceu nos últimos 365 dias, lembramos de um ditado budista diz que “ao final, apenas três coisas importam: o quanto você amou, o quão delicadamente você viveu, e como graciosamente você deixou as coisas não significaram para você”.

ditado_budista

É bom hoje, dia 31 de dezembro, pensar nessas palavras, repensar todo o nosso ano e planejar o próximo. Com mais amor, mais graça e se importando menos com os problemas. Porque a gente sabe muito bem, e exerce isso todos os dias aqui no Casamenteiras, que no final o que importa mesmo é o amor!

Por um 2014 com mais casamentos, chás, festinhas e celebrações de amor e muito carinho!

Leia mais...

Ceia de Ano-Novo: Salmão com Alecrim

Receitas com salmão são tudo de bom! Principalmente quando preparadas para o ano-novo, onde a ideia é sempre optar por pratos mais leves e refinados, mas sem perder muito tempo na cozinha, afinal é dia de comemoração.

Foi pensando nisso que há alguns anos eu resolvi fazer essa receita de Salão com Alecrim para a ceia do dia 31. Deu super certo, e meu ano foi ótimo! Traz sorte!

Além de deliciosa, ela não te faz perder muito tempo e com certeza vai ganhar a atenção de todos à mesa. Se deu água na boca, então anote a receita e garanta esse prato maravilhoso na sua ceia.

salmão-gratinado-para-ano-novo-1

Ingredientes:
300 g de salmão fresco- pode ser postas ou cortado em cubos, depende da peça que você comprar
1 batata grande descascada e cortada em cubos ou rodelas (no caso de usar as postas de salmão)
4 colheres (de sopa) de creme de ricota (ou requeijão light)
1/2 xícara (de chá) de leite desnatado
50 g de queijo parmesão ralado
folhas de alecrim fresco
azeite
pimenta moída a gosto
sal a gosto

Modo de Preparo:
Aqueça azeite em uma panela pequena.Tempere a batata com pimenta e sal. Coloque as batatas para cozinhar lentamente, em fogo baixo, mexendo sempre até que estejam macias e douradas. Quando as batatas estiverem macias forre o fundo de um refratário com elas e reserve. Na mesma panela que foram feitas as batatas coloque 1 fio de azeite e salteie rapidamente o salmão temperado com sal e pimenta. 3 minutos são suficientes, apenas para perder o aspecto de cru. Cubra as batatas do refratário com os cubos de salmão e salpique folhas de alecrim. Misture o creme de ricota com o leite desnatado até formar um creme liso. Regue o salmão com este creme e depois cubra com o queijo ralado. Leve ao forno em 180º por 20 minutos, ou até que o queijo esteja derretido e levemente dourado.

Fonte: Figos e Funghis

Leia mais...
Facebook Twitter Instagram Pinterest RSS Facebook Twitter Instagram Pinterest RSS