Na hora de arrumar a bolsa para sair com o bebê de casa é preciso pensar bastante. Não precisa sair com a casa nas costas, mas é bom estar sempre preparada pra tudo, assim você evita paradas no mercado e o risco de ter que usar produtos que não está acostumada.

Os modelos de bolsas de bebê são os mais variados.  Tem de tudo que é preço, para todos os bolsos… Tem até “diapers bags” de grife – Louis Vuitton, Gucci, Kate Spade, Juicy Couture são algumas opções. Aquelas fofas e com desenhos de bichinhos ainda continuam na moda, mas cada vez mais as mamães, e principalmente os papais, preferem modelos mais “adultos” e neutros.

 

Para visualizar melhor o que tem na bolsa, na hora de arrumá-la separe todos os itens sobre a cama ou mesa, assim você percebe com mais facilidade o que precisa ser reposto! Na hora de guardar, comece com o que você acha que não será usado, e deixe à mão aqueles de uso mais imediato. Por exemplo, num dia de sol, a roupa quentinha que serve como precaução pode ser deixada no fundo.

Dê uma conferida na listinha do que não pode faltar nunca na sua bolsa de bebê:

– Água: Copos com tampa, garrafinhas ou mamadeira.

Comidinha: Uma fruta, biscoito, papinha são bons para distrair a criança – principalmente, se o passeio for demorado! Existe porta papinha térmico, que mantém a papinha aquecida por bastante tempo. Não se esqueça da colherzinha e dos babadores.

Roupinhas: Sempre tenha mais de uma muda completa de roupinhas, se a fralda vazar, você estará preparada.

Fraldas e acessórios: Por mais curta que seja a saída, sempre há a possibilidade de precisar fazer uma troquinha. Por isso não esqueça das fraldas, lencinhos, pomada e trocador.

– Farmacinha: é sempre bom carregar os remedinhos que seu pimpolho pode precisar. Remédio para cólica e tylenol pediátrico são exemplos. Também não vivo sem Funchicórea.

Outros: Protetor solar, repelente de insetos, escova de cabelo, brinquedos, chupeta, mordedor, chapéu.

Importante! Não esqueça que cada bebê é diferente do outro. Antes de usar qualquer produto diferente do habitual, consulte o pediatra. Protetor solar e repelente não devem ser usados em recém-nascidos.

Por Karen Melzer

♥♥♥

Fotos:  divulgação