casal do blog


Amor, você é a melhor coisa que acontecerá no meu ano

kissing-b-G

Olhe bem, amor. Consegue ver aquele ano novinho em folha ali vindo em nossa direção? Podemos entrar de cabeça nele e realizar coisas que sempre sonhamos juntos, ou podemos simplesmente ter mais um ano normal. É a gente que escolhe como decidiremos a nossa estrada juntos.

Alí, naquelas horas, dias e meses temos que arranjar um espaço para nossos sonhos, para nossos desejos, para nossa metas e propósitos, cabe também um pouco de inspiração para que nos tornemos ainda mais amantes um do outro. Topa?

Veja também: Só queria dizer que estou feliz com você e Papai Noel, neste ano, quero um amor de verdade

Temos outras trezentos e sessenta e cinco oportunidades de fazer nosso caminho tomar um rumo bem diferente. Podemos criar novas maneiras de nos amar, atualizar nossos antigos romances e ser surpreendidos pelas escolhas que estão bem diante de nossos olhos.

Todos aqueles dias organizados, e seguidos um do outro, tem neles nova possibilidades de apreciar as estações, cada época com sua chance recém-adquirida de fazer as coisas acontecerem.  Repare bem, amor, neste novo ciclo, como é bela sua nova cara, perfumado seu cheiro de novidade chegando e seu hálito soprando fragrância de novidades.

Vamos nos matricular novamente na escola da vida a dois afim de aprendermos cada dia mais sobre o assunto do amor. Podemos fazer umas aulas práticas extras de carinho, afagos e cafunés. Afinal de contas, nenhuma outra coisa na vida vale mais a pena do que construir um novo tempo com você.

amor

Nosso coração está aberto para experimentar coisas novas? Nosso abraço está estendido paraantigas visitas? Nossos olhos destampados para para ver a plenitude do que podemos ser? Nosso mais sincero sentimento está escavado para encontrar novas sensações? Nossas vidas estão completamente envolvidas para nunca desatarmos nossas presenças? Nossos egos, que tanto nos atrapalham, estão perfurados  para que possamos somente amar e mais nada?

Teremos que recomeçar, remendar, nos entregar, renovar, perdoar, insistir, re-amar,  dia após dia, hora seguida  de hora, minuto a minuto. Talvez não seja fácil. Na verdade, quase sempre não é. Vamos ter que nos esforçar para decidir amar. E talvez até tenhamos que ter o dobro de paciência, mas precisamos mesmo aperfeiçoar ainda mais nosso amor.

Tem um Ano Novo bem na nossa cara e o que não me falta é uma porção de expectativas para nós. Você me conhece, tenho pressa em ser feliz com você e daqui a pouco, quando tudo for melhor, a gente vai saber que descobrimos outro “nós” e que valeu tanto a pena escolher um novo caminho neste novo ano.

O que eu desejo é que a gente nunca pare de sonhar. Sonhar juntos. Porque se nós queremos tanto ser felizes, temos que aprender a fazer o outro feliz. Que nesse caminho nunca faltemamor, entrega, renuncia, saúde e amigos.

E àqueles que ainda não toparam com um amor de verdade, que sejam atropelados por uma paixão inadiável e que seus corpos fiquem como os nossos, estendidos na alameda dos afetos, para sempre.

Coluna Casal do Blog

Leia mais...
Casare - Seu Site de Casamento mais Elegante!

Só queria lhe dizer: estou feliz com você!

reWalls.com_59431

Este é um texto que começa sem muito objetivo. É que eu estive pensando que não tenho tudo que queria ter, não sou tudo que imaginei ser e nem você é tão perfeita assim, mas que apesar disso tudo, preciso lhe dizer: Estou completamente feliz ao seu lado.

Hoje, quando acordei do seu lado, não tive escolha a não ser agradecer aos céus por ter colocado nossas vidas na mesma rota. Eu não estou nem  perto de ser a melhor companhia do mundo, às vezes sou chato sem necessidade, tenho meus defeitos bem claros, escondo meus medos e angústias, e mesmo assim a gente só precisa de um sorriso para se lembrar do motivo que nos fez viver juntos.

A gente nunca acredita que encontramos alguém com o poder de nos fazer despir a alma e ser completamente livres para ser quem somos. Alguém que, se acaso algo sair errado em nosso dia, é para esta pessoa que podemos ligar e desabafar ou ouvir uma coisa engraçada sobre a situação tensa.

É difícil de acreditar que enfim achamos o motivo pelo qual nos encontramos felizes sem explicação. Eu estou realmente feliz por ter você. Quero  que continue a vida toda sendo esse alguém que não perde uma noite com pipoca e chocolate.

Quero por mais mil anos que seja esta pessoa que sabe que não estou bem mesmo quando tento fingir que sinto qualquer outra coisa, que só de ver o título do filme sabe se vou ou não gostar dele, que faz eventualmente algo muito errado e que até faz-me choramingar, mas que é a primeira a buscar uma maneira peculiar de enxugar meus lamentos, que tem o abraço mais sincero do mundo em dias de luto, que não consegue deixar de ser meu fã de carteirinha mesmo sem eu saber o motivo desta admiração, que fala besteiras somente para ver a minha cara de ironia.

Eu queria apenas agradecer por ter sido a melhor maneira de eu me encontrar na vida. Eu trombei com você por acaso, mas queria apenas te dizer que foi a melhor topada da minha vida e que nada mais me faz tão feliz no mundo quanto saber que com você estou feliz de verdade.

Obrigado pela melhor versão que poderia ser para me fazer feliz.

 

Coluna Casal do Blog

Leia mais...

Como controlar a ansiedade pré-casamento

244-authentic-documentary-wedding-thinking-bride-sitting-writing-letter-note-to-groom-black-white-bw-photo-2011-1024x683

E se chover? E se a cerimônia atrasar? E se esquecerem de levar as alianças? Ou se acontecer algum imprevisto com o vestido? Onde vamos morar? Vamos conseguir pagar todas as contas em dia?

Qual noiva nunca ficou preocupada com os detalhes do grande dia? Se você é noiva, tenho certeza que alguma dessas perguntas já passaram pela sua cabeça, ainda mais se estiver prestes a subir no altar. Ficamos tão neuróticas para que tudo saia conforme planejamos que todas as nossas energias ficam focadas na organização do casamento. Quando percebemos, deixamos de comer bem, acabamos dormindo mal, passamos horas pesquisando coisas relacionadas ao tema na frente do computador e deixamos até de nos divertir. Isso quando não somos pegas pela insônia, não é? Quando a ficha cai – e, às vezes, nem cai – a ansiedade já tomou conta de nós e nosso coração fica acelerado todo tempo. Não há nada de errado em planejar, mas é preciso se cuidar.

178607988-1024x683

Calma, menina! Dias antes, qualquer motivo nos deixa super irritadas e pode sobrar bronca até para as pessoas mais próximas. O que não percebemos é que tudo isso só coopera para que nós estejamos exaustas no dia mais importante da nossa vida.

É possível amenizar todo este stress, desde que você esteja disposta a se organizar e saiba aceitar a ajuda das pessoas que te amam. Relaxe com os mínimos detalhes, você não precisa saber até a cor da calcinha da sua madrinha. (parece exagero, né? Mas muitas noivas querem controlar tudo).

Muitas vezes nos preocupamos com detalhes que no dia ninguém nem vai perceber. Portanto, identifique o que realmente merece a sua atenção direta e o que pode ser terceirizado (é aí que entram as pessoas que nos amam).

Cuide-se. Esforce-se para dormir bem e se alimentar de maneira saudável, afinal você precisa estar maravilhosa para ser a estrela da festa e ficar doente nas vésperas do casamento não irá lhe ajudar com isso. Além disso, se você tiver noites bem dormidas e não se entupir de besteiras, terá mais disposição durante o dia para resolver os pepinos que podem surgir.

Conforme-se, algo sairá do seu controle. É triste, mas é verdade. Seu casamento não será exatamente como você pensou, porque afinal de contas você não é a mulher maravilha para controlar tudo e todos no dia. Aceitar isso antes da cerimônia é um grande passo para não se estressar tanto durante os preparativos e no grande dia também, caso algo fuja do planejado.

Não deixe de fazer o que você gosta. Correr, ler um livro, ir ao cinema, sair com os amigos só para jogar conversa fora… não deixe de viver sua vida normalmente por causa dos preparativos. Faça o que você ama, o que lhe traz prazer, isso pode ajudá-la a distrair-se e mandar o stress lá para China!

Não ligue para o que dizem. São tantas opiniões alheias que é um milagre as noivas não saírem matando por aí hahaha. As pessoas querem dar opinião? Deixa dar, deixa falar, não discuta. Não gaste sua energia discutindo por algo que muito provavelmente a sua vontade prevalecerá.

Não mate seu noivo. No pré-casamento muitas vezes dá vontade de matar até o noivo. Muitos noivos não se interessam muito pelos preparativos e isso deixa qualquer noiva irritadíssima. Se você ficar nervosa, só o fato dele espirrar do seu lado já será motivo para te deixar irritada. Cuidado! Seu noivo não tem culpa de nada. Se ele não se interessa, respeite. Não queira fazer ele se arrepender de ter lhe pedido em casamento.

o-WEDDING-DRESS-SHOP-facebook-1024x512

É difícil relaxar quando estamos passando por momentos tão importantes da nossa vida. Pessoalmente, eu gosto de pensar que os momentos de stress são pequenos considerando tudo que eu tenho para viver ainda. Lógico que o casamento é um dos dias mais importantes da vida de qualquer um. Eu gosto de pensar: “O que são os pequenos detalhes perto de toda minha vida?”. Depois que tudo passar, você verá que o stress bobo não era importante e provavelmente vai rir disso tudo. Isso ajudará a dar importância ao que realmente merece sua atenção.

Leia mais...

DESCUBRA PORQUE VOCÊ TROCA TANTO DE PARCEIRO (A)

É verdade que o desejo é o cartão de visitas para um relacionamento, mas lembre-se: Não é com o cartão de visitas que desejamos fazer negócio, mas sim com as pessoas que o distribuem. O desejo é um start. É apenas uma sombra no pano transparente.

Quarta-Banner-1024x535

A geração que tem por orgulho o slogan: “Nunca traia seus desejos” tem o mote mais cafona que esse mundo conseguiu produzir. E o mais interessante é que a maioria das gerações que chegaram no tão sonhado desejo absoluto ao prazer viveram pouco para registrar seu legados fracassados. Ficaram marcados na história mais como os “indecentes imorais” do que como  aqueles que falavam em nome da liberdade.

O desejo é o autor de muitas tragédias. Se você for pensar, todas as traições da história partem de um desejo incontrolável. Desculpem desapontá-los. O desejo pode financiar o amor, mas  não é o patrocinador oficial dos relacionamentos.

Para os marketeiros da ética do desejo resisti-lo é coisa de patetas sem esclarecimento. Quem decide ir contra esse ideal “carpe diem”, na cabeça deles, não pode ser feliz. Aí, que está o engano. A moral tem que residir no amor e não no desejo. Explico.

Suponha que seu sonho sempre tenha sido casar-se com alguém ruivo. Em algum lugar da sua cabeça, essa classificação de pessoas tem uma preferência afetiva bem mais apreciada pelo seus olhos e sentimentos. Você sente um desejo incontrolável e inexplicável por pessoas de cabelos avermelhados.

Em um determinado dia, você acaba encontrando uma pessoa dessas em uma ocasião qualquer. Seu coração, em resposta rápida ao estímulo hormonal, o deseja intensamente. Ele conta sobre sua descendência escocesa tradicional de ruivos e vocês tem certeza que aquilo ali é um recado do destino para ficarem juntos como uma cerveja gelada e um feriado prolongado. Os dois concordam em casar-se e começa alí um matrimônio.

Os dias passam e a falta que antes sentia é, nesse momento, cessada por completo. O desejo ruivista parece já não ser como o de outrora. Ter a seu companheiro já não lhe satisfaz nos seus desejos mais profundos.

Por um golpe do destino da vida, você chega para trabalhar e tem a  notícia que contrataram uma nova secretária. E dessa vez, trata-se de uma morena exuberantemente deslumbrante e cheia de artifícios que a tão sonhada esposa de cabelos ruborizados não possui.

A crise se instala. O desejo parece ter mudado de endereço e agora você já desassociou-se do sindicato de admiradores de cabelos vermelhos para migrar para um grupo de apreciadores de um bronze mais refinado.

A pergunta é: Porque, sem motivos prévios, você traiu o seus desejos iniciais e vê com certo entusiasmos o que antes não lhe chamava tanto a atenção ao ponto de relativizar os velhos sentimentos para se encontrar com novos desejos?

Bem, exatamente porque desejo é a falta do que não se tem. Nesse sentido, o desejo não é o que nos faz mais fiéis, leais e confiáveis. Reafirmo: O desejo é portanto, um elemento importante, mas não o que constrói um relacionamento firme.

Nesse contexto, estamos corretos em incentivar a todos  que se relacionem a partir de um ânsia pela satisfação diante de um desejo? Porque continuar com a ideia de seguir os nosso próprios desejos sem pensar no amanhã? Sem contar com ressalvas importantes ligadas ao comprometimento?

Antes de querer unir-se a alguém, é claro que desejou este alguém. E se desejou é porque ainda não o obtinha. O objeto de desejo não pode ser o que o define. No entanto, parece que o desejo não pode ser o que nos motiva a ficar juntos. O desejo não sustenta o relacionamento por completo.

Escolher o outro pelo simples apetite é um caminho bastante perigoso. Somos descaradamente insaciáveis e quando se trata de desejo e ele estará em constante falta. É por isso que estamos trocando cada dia mais de parceiros. Buscamos sempre a satisfação imediata.

O desejo pode residir naquilo que possuímos. O contentamento pode vir pelo cultivo do que nos foi conquistado. Prefiro pensar assim. Mantenho o desejo sempre naquilo que obtenho, desejando sim, outras coisas, desde que essas agreguem as que já possuo.

Leia mais...
Facebook Twitter Instagram Pinterest RSS Facebook Twitter Instagram Pinterest RSS