como escolher


7 coisas que toda noiva deve saber na hora de comprar o vestido!

Bom Dia Casamenteiras,

Hoje o assunto agrada a todas nós, fora aquelas que já fizeram suas escolhas e estão com o seu guardadinho nas fotos do celular, na memória ou no armário de casa, pronto para o grande dia. Para todas as outras que precisam dessas dicas, vamos ao que interessa.

noiva na janela

Veja também: Lembrancinha apimentada de Chá de Panela, Nova Editora e Blogueira no Casamenteiras.

1 – Vá com o seu orçamento definido!

Ao ir em busca do vestido ideal, você deve ter muito bem definido quanto você poderá gastar. Na hora, a vendedora sempre irá te trazer algum modelo mais caro do que você pode pagar. Aí temos duas opções, passar um valor mais baixo para ela ou passar o que você pretende gastar e pedir que ela traga somente vestidos naquele valor e nada mais. O problema de vestirmos modelos que não podemos pagar é que normalmente são os que você não pode, que acaba se apaixonando. Não faça isso com você mesma, seja realista! Todo mundo encontra o modelo ideal com o orçamento que tem.

2 – Defina o estilo da sua festa e local do casamento antes de pensar no vestido.

Por mais que você tenha um estilo é preciso considerar o todo do seu casamento para definir todas as partes. Se irá se casar em uma catedral, na cidade e em um buffet com uma decoração luxuosa é necessário que você vista algo dentro dessa proposta, mas que também combine com você. Catedrais e festas luxuosas pedem vestidos mais estruturados, rendas mais pesadas, bordados mais carregados.
Quando escolhemos um casamento mais simples, com uma decoração simples e bonita, você não irá precisar de muito para acompanhar o estilo dessa cerimônia e recepção. Use os mesmos elementos que usei acima, mas com menos intensidade: pode ter volume no vestido, bordados, rendas, vestidos com tecidos estruturados ou não, mas sem exageros. É um pouco mais livre!
Já para as noivas que irão se casar no campo ou praia é sempre indicado que usem vestidos mais leves, penteados e maquiagens mais suaves, já que esses casamentos ocorrem de dia. Modelos mais lânguidos como os da estilista Jenny Packham ou da Julia Golldenzon, (estilista carioca) que eu amo de paixão, são perfeitos para casamentos de dia.

3 – Não esqueça de seu bem-estar!

Equilibre seu estilo, vestido e acessórios. Pense neles todos juntos antes de efetuar cada compra. Devem conversar, ter o mesmo estilo da noiva e da festa! Outra coisa muito importante é que não é porque você é a noiva que vai topar ficar completamente desconfortável no dia do seu casamento. Não use vestidos muito apertados, no dia você irá precisar da respiração, tanto para a cerimônia quanto para a recepção. Brincos devem ter o peso e tamanho ideal para cumprimentos e festa. Seu sapato é o principal, deve ser muito confortável! Os noivos passam a maior parte do tempo em pé, quando não estão em pé é porque estão no carro a caminho da recepção. Portanto, se não quer colocar chinelos logo na entrada dos noivos, escolha algo bem confortável e bonito, ok?!

4 – Aceite provar modelos que não fazem parte do seu estilo.

Muitas vezes nem queremos olhar para modelos semi-sereia, se nosso sonho sempre foi a modelagem princesa e vice-versa. Mas se a vendedora tentar, experimente! Nunca se sabe, mas o seu vestido ideal poderá não estar nos seus sonhos.

5 – Encontrou o vestido? Pare de procurar!

Sim, depois que fechou, assinou contrato e começou a pagar é hora de desligar o radar para os vestidos de noiva. É fato que você irá encontrar outras modelagens interessantes e ficará na dúvida. Muitas vezes, a noiva muda um pouco no processo do casamento e perto da data ela até se casaria com outro, mas aquele que você escolheu lá atrás é o seu vestido ideal, isso tudo pode ser ansiedade de noiva.

6 – Lembre-se: além do vestido você deverá comprar os acessórios da noiva.

Reserve um parte do orçamento para véu, acessório de cabeça, brincos, colar, pulseira e sapatos. E só por serem artigos de noiva costumam ter um preço mais salgado. Faça uma pesquisa antes de sair as compras. Programe-se!

7 – Siga seu coração!

Sim, antes de definir cada item desse processo é necessário que você converse com sua família e seu noivo. Mas de uma coisa você sempre deve lembrar: o vestido de noiva é seu e quando encontra-lo siga seu coração e fique com aquele que você sempre sonhou ou começou a sonhar com ele agora.

Beijos da Nika 😉

Leia mais...

Tudo o que você quer saber sobre o buquê do seu casamento!

Olá Noivinhas,

Começando a semana com o pé direito vamos de post tira-dúvidas sobre buquês.

Vale lembrar, logo de início, que o buquê não só pode, como deve ser diferente da decoração da cerimônia e recepção do casamento. O buquê deve ser alinhado com o estilo da noiva, do vestido e acessórios como um todo. Tudo o que a noiva usa compõe uma única história, um estilo.

Falando nisso vamos começar pelo buquê Cascata: um buquê tradicional, procurado pelas noivas  estilo princesa. O comprimento dele pode ser escolhido pela noiva, já que se for desproporcional  deixará a noiva mais baixa. O buquê cascata vai muito bem para noivas altas.

Fonte: Style me Pretty

Fonte: Style me Pretty

O buquê Redondo ele é quase que universal e cai muito bem para quase todas as noivas. Harmonize o buquê de acordo com o seu tamanho, quanto maior você for, maior ele deve ser e vice-versa.

Fonte: Style me Pretty

Fonte: Style me Pretty

O buquê Braçada é o tipo ideal para as noivas gordinhas, ele é mais casual e dá a sensação de que a noiva acabou de colher as flores no campo, perfeito para casamentos ao ar livre. Dependendo da espécie da flor o buquê fica mais casual ou mais formal.

Fonte: Ruffled Blog

Fonte: Ruffled Blog

O buquê Ramalhete é como o redondo, só que menor. Pode ser feito de flores iguais ou diferentes.

casamentocolorido

Fonte Wedding Chicks

O buquê Ramalhete Pequeno é feito de flores pequenas ou flores grandes em pouca quantidade. Um buquê mais suave e simples.

Foto por Rejane Wolff

Foto por Rejane Wolff

Se o seu vestido de noiva é clean você pode variar bem no restante, mantendo tudo na mesma linha ou colocando mais personalidade no buquê e acessórios.

Se o seu vestido de noiva tem algum detalhe como uma flor, algo que seja sobressalente, verifique se esse detalhe não briga com os acessórios e com o buquê.

Se o seu vestido de noiva já tem muitos detalhes escolha um buquê mais simples, para que este não dispute atenção com o vestido.

O estilo da noiva sempre deve ser considerado, em todos os momentos. Não deixe de escolher cada detalhe de acordo com o que você tem em mente e esteja aberta a novas possibilidades. Tente não seguir as tradições porque você tem que seguir, mas sim porque para você faz sentido e é o que você deseja.

Nós mulheres mudamos muito até encontrarmos nosso verdadeiro estilo e nessa fase dos 20 ao 35 anos temos a nossa maior mudança. Pense com calma, não se apresse e escute seu coração, ele sabe qual é o melhor caminho.

E para terminar, sempre que escolher algum detalhe do seu look ou da decoração do casamento, tente visualizar tudo, faça testes para não correr o risco de se decepcionar no grande dia, ok?!

Um beijo,

Nika

Leia mais...

Escolhendo o véu de noiva perfeito

Meninas que estão para casar sempre tem muitas dúvidas em diversas coisas sobre o casamento. Mas provavelmente nada supera a dúvida do vestido de noiva e seus acessórios. Pra quem já escolheu o vestido, surge a dúvida do véu ideal. Qual será o modelo que melhor combina com seu vestido?

veu-de-noiva- (1)

O véu ideal depende da formalidade do casamento e do tipo de personalidade e do rosto que o vai usar. Um estilo mais clássico pede um véu de catedral, enquanto um estilo mais moderno pede um véu mais curto.

Separamos algumas dicas para escolher o acessório perfeito do grande dia:

Véu clássico
Um véu de noiva clássico de comprimento de catedral não é ideal para ser usado numa celebração de um casamento mais casual, como num jardim, ou numa praia. Se vai celebrar um casamento muito formal e se optar por um véu de catedral (um véu que arraste no chão), o ideal é optar por um véu de várias camadas. Assim, durante a recepção, você pode retirar a camada mais comprida e ficar mais à vontade.

– Proporções ideais
Se o vestido tem saia ampla, prefira um véu sem bordados. Ele pode ser longo ou até um voilette, mas o ideal é que o detalhe seja um viés contornando o acessório. A mantilha longa também pode ficar bem.

Cuidado com o excesso de informação
Se o vestido eleito tem mangas, mesmo que curtas, recomenda-se um véu liso. É a melhor opção para que não haja excesso de informação. Misturar mangas, bordados no vestido e no véu pode resultar em um visual poluído.

veu-de-noiva- (2){Foto: Fabricia Soares}

– Decote em equilíbrio com o acessório
Queridinho das noivas brasileiras, o tomara-que-caia pode ser usado com todo tipo de véu. Se o vestido não é confeccionado em renda ou contém aplicação de bordados é possível usar o véu todo em renda, a tradicional mantilha e até um modelo em tecido point d’esprit, contém pequenos poás em toda sua extensão.

veu-de-noiva- (2)

veu-de-noiva- (1)

– Look contemporâneo também pode ter véu
No caso do seu vestido ser mais moderninho, curto, opte por voilettes ou véus na altura do ombro para equilibrar a proporção. Os looks com modelagem sem volume, confeccionados em tecidos lisos e sem aplicações, também podem contar com véus mais elaborados: Um vestido com modelagem mais seca fica lindo com véus longos, que podem conter viés, renda ou até pérolas bordadas.

Não esqueça de se ver num espelho de 360º; coloque o vestido e o véu e observe como fica de todos os ângulos, e não só pela frente. O penteado que o vai segurar o véu também é de grande importância. Quando for fazer a prova no seu cabeleireiro, leve o véu e seus ornamentos para incorporar no penteado, experimente andar com eles e ver como se sente.

Depois é só arrasar no grande dia!

Fonte: GNT
Imagens: GNT e Pinterest

Leia mais...
FacebookTwitterInstagramPinterestRSSFacebookTwitterInstagramPinterestRSS