curiosidades


Estimulando a leitura desde bebês

A ideia de escrever esse post veio depois que li uma entrevista com uma psicologa sobre o assunto, como sou uma amante da literatura e defensora dos livros, achei que seria interessante dividir minha opinião com vocês, espero que gostem e compartilhem com a gente, comentando as experiências que já tiveram, ok?

Agora, me digam se tem coisa mais fofa que um bebê tentando “fazer amizade” com os livros? Eles reviram, amassam, olham, mordem, arrancam folhas… é uma explosão de sentidos para os pequenos!

Acho uma delícia quando eles começam a descobrir esse mundo! E não, eles não precisam saber ler, e nem saberão nessa idade (só se forem superdotados, mas aí é outra história, né), mas o prazer que eles tem em tentar desvendar o mistério de tantas folhas, tantas cores e texturas é incrível mesmo!

livrosbebes1 Estimulando a leitura desde bebês

Para os bebês mesmo o legal é oferecer livros que podem acompanhá-lo em todas as aventuras: banho, hora da papinha, piscina… Qualquer hora é hora de estimulá-los a conhecer esse universo! Assim pode começar uma paixão por livros, primeiro pelo tato, depois pelas imagens e em seguida, pelas primeiras letras que logo formarão palavras e sons que ele mesmo vai descobrir! Não é o máximo esse desenvolvimento?

Me lembro de quando pequena sempre ter alguém lendo histórias para mim antes de dormir. Eram contos de fadas, de dragões, histórias sem pé nem cabeça criadas na hora por meus pais, e isso me proporcionava uma curiosidade que fazia com que desejasse ouvir mais e mais, e conforme fui crescendo, queria eu mesma descobrir a mágica naquelas páginas! Então, essa também é uma parte legal do desenvolvimento infantil, você estimular – mesmo que não curta muito o hábito da leitura – seus pequenos, ensinando-os a amar os livros e a literatura!

E tem livros incríveis nas prateleiras das livrarias, só é preciso paciência e tempo para encontrar o que mais vai agradar e cuidar também a faixa etária, para não assustá-los, claro! Se possível, quando maiorzinhos, leve-os juntos e deixem eles explorarem a livraria com vocês!

Eu acho que é um caminho que merece ser destacado, um hábito a ser inserido com vontade, desde bem bebezinhos mesmo… rasgando, mordendo, amassando! Com certeza fará diferença lá na frente, quando estiverem na escola e até quando forem adultos de opinião formada e tal!

Adoro quando as mamães preparam o quartinho dos seus bebês já com um espaço de leitura que é na verdade o mesmo espaço das brincadeiras, porque ler tem que ser divertido! Acho bem válida a ideia, espalhem almofadas, deixem caixinhas com livros à disposição deles, estando disponível, eles mesmos descobrirão o tesouro!

bebeslivros2 Estimulando a leitura desde bebês

E vamos combinar que a variedade é tão grande hoje em dia que não tem desculpa para não fazer várias coleções para os pequenos, né! Tem livros de plástico, de pelúcia, que emitem sons, texturizados, com histórias para todas as idades e todos os gostos!

Deem uma passadinha na livraria favorita de vocês e garimpem o que tem de lançamento para eles, é uma verdadeira perdição… num ótimo sentido, claro! E transformem seus bebês em futuros leitores felizes! Parece slogan mas é a pura verdade!

colagembebeslivros Estimulando a leitura desde bebês

Fotos:  Livros Pedagógicos e Divulgação

Via: Bebê Abril

 

 

Leia mais...

Escolhendo um nome para seu cãozinho

nomedog03-1 Escolhendo um nome para seu cãozinho

Quando trazemos um filhote pra casa, a primeira coisa que vem à cabeça é: que nome vamos dar ao nosso cãozinho? Não é assim com vocês?

Sabiam que o nome de um cão influencia diretamente na relação que ele terá com você pelo resto da vida? Ao ouvir o nome que recebeu, quando bem treinado, ele reconhece e atende seu chamado, mesmo se estiver em meio a uma multidão!

Mas não se trata simplesmente de dar um nome qualquer à um cão, ou porque achou fofinho ou não tinha outro no momento… Vai muito além disso! Um bom nome fará com que ele responda mais rápido e obedeça melhor ao dono!  Então, não tenham pressa de escolher, pesquisem bem, observem como ele reage quando chamado, assim vocês têm mais chances de fazer uma boa escolha e não se arrepender depois que o cão já estiver acostumado, né!!!

Existem algumas dicas bem simples que podem ser seguidas e facilitam essa escolha:

Nomes curtos – facilitam a memorização deles, por isso obedecem mais rápido ao nosso chamado! Bons exemplos são: Mel, Lola, Toby, Fred, Tina. Não quer dizer que vocês não possam colocar nomes maiores, como os cães tendem a gravar somente as últimas sílabas pronunciadas, não fará tanta diferença, a ideia é apenas facilitar no dia a dia mesmo!

Nomes de fácil pronúncia – facilitam a sua memorização. Já pensou você ter que chamar seu cãozinho e ficar pensando em como é mesmo que se pronuncia o nome dele? Pode ser chique, bonito, mas no final das contas não dá muito certo, né! Mozart ou Bethoven podem até funcionar, mas já imaginaram um cão chamado Schopenhauer???

Características físicas ou especiais da raça ou a própria raça – nomes que também descrevem seu cãozinho podem ser úteis no caso dele se perder de você! Manchinhas, o fato de ser bom farejador, bom caçador, preguiçoso… Bem, podemos chamá-los de Preto, Urso, Tigresa, Sherlock!

Evite nomes que lembrem alguma palavra que lembre comando ou repreensão – isso pode confundir o seu cão e ele vai se atrapalhar. E você pode acabar dando bronca sem ele ter culpa. Nada de Napoleão, Tião ou Chorão!

Evite nomes muito longos ou complicados ou considerados bobos – já falamos nos complicados e longos, e também devemos observar nomes que possam causar algum constrangimento ao animal – alguns nomes podem ser muito fofos entre as pessoas da nossa família, mas pense bem – sabem aqueles apelidos que algumas crianças recebem dos coleguinhas na escola e que baixam a estima delas? Pois é, como vamos saber se os animais também não se sentirão assim? E de gente cheia de maldade a gente já sabe que está cheio por aí! Não custa evitar: Boboca, Pateta, Fofucho (sim, tem gente que dá esses nomes aos seus bichinhos, acreditem)!

Agora, que tal conhecer o ranking de nomes de cachorros dos EUA, país de onde tiramos a maior parte das inspirações para os nomes que escolhemos por aqui também:

rankingnamedog Escolhendo um nome para seu cãozinho

Bem, no final das contas, as dicas servem mais para termos uma ideia e encontrar um nome que faça com que nosso entendimento com o cão seja o melhor possível e o mais prático também! O que importa mesmo é estarmos felizes com a companhia dele!!!

Ah, não foram citados o Marley, o Bob, a Lessie… além da Quipa e da Belinha, que já são celebridades aqui né!!!

Via: DogDicas e Seu Cachorro

Foto: MacWallHD

Leia mais...

Espirro invertido canino

Outro dia levei um pequeno susto quando fui buscar a Belinha na pet após o banho. Ela começou a respirar de uma forma muito estranha e apavorante, como se estivesse asfixiada, com dificuldade de respirar. Fiquei super assustada, foi horrível!

Dog-Sneeze1 Espirro invertido canino
Graças a Deus a veterinária dela estava lá e me explicou o que estava acontecendo. Era o tal do “espirro invertido“, “espirro reverso” ou “reverse sneezing“: o sintoma é um som respiratório forte, como se o cachorrinho estivesse inspirando o ar de forma violenta, para tentar respirar melhor. No espirro normal, o percurso do ar acontece no sentido oposto – o ar sai pelo nariz do cão. O som forte emitido pelo espirro invertido assusta e faz com a gente pense que o pet está com algum objeto estranho no nariz ou com uma crise respiratória, como falta de ar. A boa notícia é que o espirro invertido é momentâneo – podendo levar alguns segundos – e, normalmente, não causa nenhum mal aos bichinhos. O cachorro costuma se recuperar naturalmente, não sendo necessário nenhum tipo de tratamento especial.

Segundo a veterinária me informou, na verdade trata-se de uma irritação do palato mole, que causa um espasmo capaz de diminuir temporariamente a capacidade respiratória do cão. Acontece, na maioria das vezes, quando os animaizinhos estão muito empolgados e felizes com a chegada dos donos ou durante a excitação com o passeio diário na rua. A orientação é que se procure acalmá-lo para que a condição passe o mais rapido possível.

 De qualquer forma, se os epiódios forem muito comuns, é melhor levar o seu amigo ao veterinário, a fim de se descartar problemas respiratórios mais graves.  Para saber mais, clique aqui.

Por Karla Keunecke

♥♥♥

Foto e fonte: via Caninos e Grandes

Leia mais...

BlueBird from North Carolina

Pra quem não sabe eu moro nos Estados Unidos, mais precisamente em Durham, uma cidadezinha no estado da Carolina do Norte. Aqui as estações do ano são bem definidas por suas caraterísticas climáticas, isso quer dizer que como estamos na primavera a cidade está linda, toda florida e com pássaros cantando… e colocando ovinhos!!!

Um dos pássaros tradicionais da região é o Bluebird, e eles têm o hábito de fazer ninhos em caixas próprias para passarinho. Não é fofo isso?? Ontem eu estava na casa de uma amiga, e ela me chamou para mostrar uma coisa… abaixo vocês vão ver…

Eastern-Bluebird-1-1 BlueBird from North Carolina

{macho}

Eastern-Bluebird-2 BlueBird from North Carolina

{fêmea}

Até aí tudo bem… acima vocês viram as fotos dos lindinhos… mas abaixo vocês verão o que o casalzinho andou aprontando…

blue-birds1 BlueBird from North Carolina

blue-birds2 BlueBird from North Carolina

blue-birds4 BlueBird from North Carolina

Dá pra acreditar??? Não é a coisa mais bonitinha do mundo estes ovinhos azuis??? Eu fiquei encantada e corri para a loja de artigos para pássaros… não tenham dúvida que comprei a casinha igual. Agora é esperar pra ver se os Bluebirds vão vir me visitar e me presentear com seus filhotinhos!

 

♥ ♥ ♥

Fotos: 01 – Ken Thomas 02 – Patrick Moeda / demais: Casamenteiras

Leia mais...
FacebookTwitterInstagramPinterestRSSFacebookTwitterInstagramPinterestRSS