família


“Algo velho, algo novo, algo emprestado, algo azul e uma moeda de prata no sapato dela”

“Something old, something new,
something borrowed, something blue
And a silver sixpence in her shoe”

O versinho já foi traduzido, cortado, alterado, mas não deixa de ser uma das etapas de preparativos para as noivas antes de subir ao altar. O ditado surgiu na Inglaterra por volta de 1898, época Vitoriana, quando as mulheres seguiam todos os tipos de superstições para ter boa sorte no casamento.

Desde então segue como tradição entre as noivas que não querem abusar da sorte e fazem questão de garantir que nada dê errado no grande dia. Confira abaixo o significado de cada símbolo e sugestões de como usar as peças no dia da celebração.

Algo velho (something old)

As noivas usam algo antigo no casamento para relembrar suas origens históricas e seu passado familiar. O item usado deve remeter à noiva como era a sua vida antes do casamento e principalmente ter um valor emocional.

Desde que a tradição começou era comum a noiva utilizar uma jóia da família, como um broche herdado pela avó, ou o vestido que a mãe usou no dia do casamento, por exemplo, mas hoje as mulheres começaram a inovar e usar desde fotos dos pais ou avós amarradas ao buquê até pequenos retalhos do vestido antigo na barra do modelo novo.

ad46e43d79a2292f7c42cfe73c113f47  71ce391ece3975edcf8d4c5a0e3164ad-e1400551472497 861dbfe324fe95d626ffb55cda62973c

Algo Novo (something new)

Essa peça representa todas as novidades que acontecerão na nova vida da noiva, além de representarem boa sorte e sucesso. É uma forma de informar que a sua vida começou com o pé direito, com boas energias.

Como as noivas gostam muito de escolher as peças utilizadas durante a celebração, normalmente a peça nova acaba sendo o próprio vestido ou a lingerie. Também vale investir em jóias e um par de sapatos para serem estreados no casamento.

1178_1_20140709171434 Vestido-de-noiva-Vestido-de-casamento-Vestido-traseira-aberta-sexy-Vestido-de-casamento-cauda-destacável-Vestido

Algo emprestado  (something borrowed)

O importante aqui é encontrar amigos ou familiares que tenham um casamento feliz ou até uma filosofia que o casal acredite que seja boa para eles e peça algo emprestado. Aqui vale de tudo: o brinco da melhor amiga, tornozeleira da prima ou o enfeite de cabelo que a irmã adora. O item também serve para lembrar a noiva de que seus amigos, padrinhos, madrinhas e familiares estarão com ela em todas as dificuldades.

Os americanos deram uma pequena mudada no conceito e transformaram o “algo emprestado” em “algo roubado”. No dia anterior ao casamento, é comum a noiva passar a noite próxima das madrinhas e surrupiar algum item nos quartos para usar durante a celebração. Depois o item é devolvido.

untohimwelive-blogspot

Algo azul (somenthing blue)

No final do século 19 era comum as mulheres subirem ao altar usando um vestido azul, pois ela representa pureza e fidelidade, além de proteger a noiva de inveja e mal olhado. Aos poucos a tradição foi evoluindo para uma pequena faixa azul no vestido e hoje qualquer item é válido.

As sugestões envolvem sapato, fita do buquê, peça íntima, cinta liga, um pequeno fitilho, detalhe do enfeite usado no cabelo ou até mesmo o nome das amigas solteiras escritas na barra do vestido.

buque-azulbuquebuque-evabuque-artificialbuque-de-noiva-334101-MLB20267822762_032015-F liga-em-renda-coração-algo-azul sapatodenoiva-azul-acessorios-detalhe-noiva-vestidodenoiva

E uma moeda de tostão no seu sapato (And a silver sixpence in her shoe)

Esse é um detalhe que muitas vezes é deixado para trás. A moeda prata no sapato representa riqueza e segurança financeira. Apesar de estar no versinho popular britânico, o costume faz parte de uma tradição escocesa que afirma que o noivo deve colocar uma moeda no sapato esquerdo para atrair boa sorte para as finanças.

Silver Sixpence é uma moeda que foi cunhada na Grã-Betanha entre 1551-1967. Ela era feita de prata e tinha o valor de seis tostões.

sixpence_in_shoe_05

british_sixpence_1962_obverse

Leia mais...

Um pedido de Casamento… | Noivado Gi & PP

” Quatro de junho de 2015, seria mais um começo de um feriado normal no interior. Estava na casa dos meus avós, quando o Pedro começou a mandar muitas mensagens falando para nos encontrarmos para passear  e eu simplesmente respondi  “vem aqui na minha avó”. De tanto que ele insistiu, eu fui!
Ele estava me esperando na esquina da casa dele (o que é muito diferente dos dias comuns, que ele me espera terminando a última partida de FIFA, hahaha), mas como não estava desconfiada de nada, achei normal. Quando desci do carro, ele já falou “vamos passear?” e como eu amo passear de carro, topei na hora.
Como de costume, fui falando demais, mas ele não respondia absolutamente nada! Até que ele teve a ideia de ir a um mirante, que sempre vamos,  ver o céu e como foi a única coisa que ele disse em vinte minutos, concordei.
Chegando lá, ele me disse que o vídeo que tinha editado na madrugada anterior estava horrível, infelizmente ele teria que refazer, mas que estava no Ipad caso eu quisesse ver. Assim que começou o vídeo eu pensei “nossa, tá horrível”, mas falei “tá ótimo amor”! Do nada, o vídeo parou e começou a tocar uma música, um texto, fotos nossas e SIM, eu estava sendo pedida em casamento.  No final do vídeo, eu estava chorando tanto que só o vi ajoelhado com a aliança na mão, que SONHO!
Brindamos, olhamos o nascer da lua e fomos pra minha casa, contar para as nossas famílias. No dia seguinte comemoramos com nossos amigos, mas queríamos trocar as alianças junto de pessoas especiais, então, decidimos que teríamos uma festa de noivado.

Julho é um mês muito especial para nós, pois é o mês que começamos a namorar. Sendo assim, marcamos o noivado para esse mês, assim como o nosso casamento. <3 Nós adoramos estar com nossas famílias e amigos, então fizemos de tudo para que todos pudessem estar junto de nós, nesse dia tão especial.
Convidamos todos para um almoço no restaurante dos pais do Pedro, no sábado, dia 25 de Julho de 2015.
Pedi para que minha prima registrasse esse momento, porque sou fã demais do trabalho dela e da sócia dela. Foi a melhor coisa que pude fazer, ela registrou não só os momentos, como as emoções geradas no dia!
Agora estamos em countdown, que venha dia 30/07/2016.”

Bom meninas, não sei vocês, mas eu chorei! Que lindo esse pedido de casamento. Na verdade, todos os pedidos são lindos, porque são únicos, são a cara do casal e nenhum seria melhor que o seu mesmo. Afinal, foi feito especialmente para você, pela pessoa que mais te ama!

Chega de falar é hora de curtir e se inspirar… Parabéns  Gigi & PP, vocês são lindos!

2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (1 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (2 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (12 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (13 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (14 de 107)  2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (20 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (24 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (26 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (27 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (29 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (35 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (36 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (38 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (40 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (43 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (49 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (52 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (54 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (57 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (67 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (70 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (73 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (74 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (81 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (84 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (86 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (87 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (88 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (89 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (92 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (93 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (98 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (100 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (101 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (102 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (103 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (105 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (106 de 107) 2015.07.25 - Noivado Giovanna & Pedro  (107 de 107)

Vídeo Preview Noivado Giovanna & Pedro from Stiebler&BucciarelliPHOTOGRAPHY on Vimeo.

 

Fotografia por Stiebler & Bucciarelli PHOTOGRAPHY, Restaurante Chácara Santa Vitória – Sorocaba, Lembranças Milady´s Cupcakes e Biscoitos Decorados.

Leia mais...

Inspiração Topo de Bolo Família

Para as noivos que irão se casar, mas já tem uma família linda e formada, fica a dica!

Continue lendo »

Leia mais...

Mãe de cachorro

Você também trata seu cachorro como um filho? Mima até não poder mais, enche de presentes e está sempre preocupada com ele? Pois saiba que não é só você que criou esse laço parental: seu bichinho também acha que você é mãe dele, de verdade!

2741488938_cbd3465a67_z

Uma pesquisa realizada na Universidade de Viena, na Áustria, pela veterinária Lisa Horn, descobriu isso. Ela estudou 22 cachorros e como eles se comportavam com os donos juntos e sem eles. Separou os animais em três grupos:  uma parte seria observada sem os humanos; outra parte teria os donos presentes, mas em silêncio; e a última com donos participativos, brincando com eles.

Os bichinhos precisavam interagir com alguns brinquedos, e teriam comida como recompensa. O interessante foi perceber que os cachorros com donos participativos brincavam por um período maior, os cães sozinhos não se animavam nem com a comida. De partir o coração, não acha?

A pesquisa foi refeita com pessoas desconhecidas aos invés dos donos, e o resultado foi o mesmo. Os cãezinhos nem quiseram brincar sem os pais por perto.

Os resultados mostram que, de fato, um animal cria uma área de segurança na presença de seus donos. Esse sentimento é similar entre pais e filhos pequenos.

Isso foi só o primeiro passo para mostrar como de fato os animais se sentem seguros perto da gente da mesma forma como as crianças fazem. Sabe aquela manha de quando a mãe está por perto? Pois então, nossos filhotes de quatro patas fazem igual! Mas isso a gente já sabia, não é? Agora a ciência provou!

Fonte:
Super Interessante

Foto:
Floy

Leia mais...
FacebookTwitterInstagramPinterestRSSFacebookTwitterInstagramPinterestRSS