gatos em casa


Toxoplasmose: a culpa não é do gato

O senso comum nos faz achar que os gatos são os principais transmissores da toxoplasmose. Mas isso não é verdade. Claro que alguns cuidados devem ser tomados sempre para evitar doenças. Quem tem pets em casa deve estar precavido, sendo gato ou cachorro.

A verdade mesmo é que é muito mais fácil contrair este tipo de doença comendo carnes mal passadas e verduras mal lavadas do que pelo gatinho. O próprio gato adquire a doença comendo carne. Então, fique de olho! Adquirir toxoplasmose do animal é muito raro e apenas 1% deles contrai a doença.

Para pegar toxoplasmose do bichano, só se as fezes dele entrarem em contato com a sua boca. E além disso, esse contato deve ocorrer somente depois de 48 horas das fezes feitas, que é o tempo que os ovinhos da doença precisam para germinar. Então, podem ficar tranquilas.

Meninas, fiquem felizes com seus gatinhos e sintam-se confortáveis para abraçar e beijar os peludinhos. Eles não fazem mal nenhum e ainda são animais bem limpinhos!

Foto: Pinterest

Infos: PEA

Leia mais...

Gato ciumento: como lidar?

Seu gatinho arranha muito o sofá? Fica de cabeça para baixo na sua frente? Pula em cima de todos os móveis e escala o notebook e o livro quando você tenta ler e escrever? Senta em cima da televisão quando você está assistindo o final do seu filme preferido e mia sem parar enquanto você toma banho? Ok, fique tranquila, ele é absolutamente normal. Porém, um pouquinho ciumento. Confira as dicas de como lidar com as artimanhas do seu gatinho!

Algumas coisas que você PRECISA saber para manter uma relação harmoniosa com seu gato:

Ciúmes: O gato é um bichinho muito ciumento. Muito mesmo. Se você tem mais de um gato, ou se tem um gato e mais um pet, ele sempre vai ficar observando o seu tratamento. E não vai gostar nada nada se ver que está recebendo menos carinho que o amigo. Ou seja, aprenda a dar amor em doses iguais aos seus pets.

Gato na cama: Eles adoram lugares macios e quentinhos (mesmo no verão) e sempre vão preferir a sua cama para dormir. Atenção: você tem a opção de deixar ou não. Controlar os gatos é uma tarefa difícil, mas eles podem aprender. Seja enérgico ao dizer “não” e bata com o travasseiro na cama (jamais no gato) para que faça barulho e o assuste, tentando fazer com que ele não volte à cama.

Educação: Esta dica é para complementar a de cima. O gato tem personalidade forte e intransigente, o que torna muito difícil a tarefa de educá-lo. Seja enérgico e principalmente, respeite o animal e seus momentos (se você gosta de carinho 24 horas por dia, não tenha um gato). Diga não e bata palmas fortes quando ele fizer algo errado. Mas jamais bata no gato. Ele ficará “de mal” com seu dono e irá se vingar de alguma forma. Como por exemplo quebrando algo em casa.

Mágoa: Os gatos são extremamente magoáveis. Motivos: se fica muito tempo longe do dono, se é xingado ou maltratado, se não pode ficar no colo. Tudo isso faz com que ele se sinta rejeitado e um pouco deprimido com você. Para quem mora em casa: os gatos podem querer trazer “agradinhos” aos donos (leia-se ratos, passarinhos, borboletas, etc.). É a forma de retribuir o carinho. Entendam assim.

Limpeza: Os gatos não gostam de sujeira. Assim como nós. Portanto, mantenha a caixa de areia sempre limpa, caso não queira que eles façam as necessidades em outros lugares. Manter a casa livre de pelos também faz a diferença. Tenha um aspirador de pó sempre por perto.

Leia mais...
FacebookTwitterInstagramPinterestRSSFacebookTwitterInstagramPinterestRSS