inverno


Aprenda a guardar os cobertores no verão

Depois do inverno, muitas vezes pinta aquela dúvida sobre como guardar as os cobertores de modo que fiquem intactas até o ano seguinte. Confira essas dicas super úteis:

Lave os cobertores: O primeiro passo antes de guardar os edredons e cobertores é lavá-los, afinal ficaram na cama durante boa parte do inverno. Certamente haverá algum resíduo, como poeira, partículas de alimentos e respingos de suor que, se não removidos, podem favorecer a proliferação de ácaros e fungos nessas peças.

guardar-cobertores

Limpe o guarda-roupa: Antes de guardar os cobertores no armário, limpe esse móvel com um pano úmido e álcool e deixe arejar por algumas horas.

Proteja os cobertores: É muito comum ver pessoas protegendo os edredons e cobertores nas embalagens de plástico em que essas peças chegam das lojas. Porém, os cobertores devem ser colocados em embalagens de TNT, pois com os microporos desse tipo de tecido, ficam arejados e não correm o risco de mofarem. A única embalagem plástica recomendada é aquela a vácuo (da qual é possível tirar todo o ar de dentro). Quando embalados a vácuo, os cobertores são protegidos da umidade e dos fungos.

Hora de guardar: Com o cobertor já protegido na embalagem de TNT ou no saco a vácuo, guarde a peça na parte menos úmida de seu móvel, geralmente a mais alta do guarda-roupa. Caso sua mobília sofra com o problema do excesso de umidade, produtos disponíveis no mercado, como os anti-mofos podem ser úteis.

Enquanto o frio não vem: No verão, pelo menos uma vez por mês, abra as portas dos armários onde estão guardados os cobertores e deixe ventilar pelo período da manhã. Aproveite um dia ensolarado para cuidar dessa tarefa.

E quando o frio voltar: Deve-se tirar o cobertor do armário e deixá-lo arejar sem a embalagem horas antes do uso.

Seguindo tais cuidados e recomendações, seus cobertores e edredons estarão bem conservados, longe dos ácaros, fungos e daquele desagradável “cheiro de guardado”.

Fonte: Yahoo Mulher

Leia mais...
Casare - Seu Site de Casamento mais Elegante!

Buquê de Outono

Um buquê de outono pode ter o clima e as cores da estação! Que tal?

buquedeoutono

Veja também: Ideias para um casamento campestre, O Sapato da Noiva

Selecionei alguns buquês que são a cara do Outono e do Inverno para as noivas que querem usar um pouco de cor no grande dia.
No início busquei um mix de flores claras e mais fechdas que dão o tom que quero. Para as noivas mais clássicas no final do post tem buquês mais claros e ainda sim com um toque invernal. Como moramos em um páis tropical não precisamos caprichar tanto na cor vinho, por exemplo.

Existe uma flor maravilhosa que se chama Suspirus e ela parece um veludinho, em uma das fotos abaixo tem um exemplo. Ela tem em vermelho, rosa, laranja e deixa o buquê com uma carinha super romântica. No meu noivado eu montei dois arranjos com elas. Escolhi a rosa pink, bem fechada, com flores amarelas e margaridas, com algumas folhagens. O resultado ficou fantástico!

Agora para as ansiosas de plantão, os buquês de outono…

buquedeoutono buquedeoutono buquedeoutono

A flor Suspirus está aí, bem laranjinha!

buquedeoutono buquedeoutono buquedeoutono buquedeoutono buquedeoutono buquedeoutono

“O Casare faz muito mais do que Sites de Casamento, pois também informa e inspira noivas e noivos no momento mais mágico de suas vidas!”

Leia mais...

Casamento no inverno

Fazer o casamento no inverno parece ser uma ideia menos atrativa para noivos e convidados, mas saiba que existem sim suas vantagens. É um período mais acolhedor e aconchegante onde as pessoas estão cansadas de ficar em suas casas, por isso receber um convite para uma festa especial deixa todo mundo mais animado.

Os preços também são mais vantajosos visto que poucos noivos costumam fazer seu casamento no inverno, inclusive as viagens para lua de mel podem ser melhor aproveitadas, podendo curtir a praia e o campo, o calor e o frio (dependendo do destino).

Bem, se o seu casamento for no inverno, não deixe de conferir algumas dicas!

– Uma decoração rústica fica perfeita nessa época do ano, abuse das cores fortes como vermelho, marrom e laranja, que combinadas com dourado ou prata ficam muito elegantes;

casamento-no-inverno-decoração

– Aproveite para decorar a festa com velas, lustres e lamparinas, pois no inverno o dia tende a escurecer cedo;

casamento-no-inverno-decoracao

– As flores podem ganhar acessórios como galhos, pinhas e folhas secas;

– O cardápio pode receber bons temperos e pratos quentes como caldos e escondidinhos;

casamento-no-inverno-buffet

– Se for se casar em um sítio, cuide para que o salão principal não seja muito longe da entrada, assim, evitamos que os convidados sintam frio no trajeto ou escorreguem na terra úmida;

– Distribua luvas e mantinhas aos convidados durante a cerimônia, principalmente se for ao ar livre;

casamento-inverno-acessórios

– Não esqueça de deixar alguns guarda-chuvas a mão caso alguma garoa insista em cair; e

– Abuse dos chocolates, tanto em bolos, docinhos ou lembrancinhas, pois combinam muito bem com a estação e são uma delícia.

casamento-no-inverno-doces

Animada com a ideia de casar no inverno? Agora crie o seu site de casamento e se prepare para o seu Grande Dia!

Imagens: Pinterest e Google

***

Este post é de autoria da querida Elisama Azevedo, designer, musicista e autora convidada da Revista Casare.me. Apaixonada pelo mundo das artes e das festas, começou a escrever no início da preparação do seu próprio casamento e hoje ajuda várias noivinhas a realizarem o grande sonho através de seu blog pessoal “Casar é…“.

Leia mais...

Como escolher o edredom perfeito

Nesse frio, você também passa o dia sonhando com o seu edredom quentinho, louca para voltar para casa e se atirar embaixo? Os edredons estão cada vez mais fofinhos e bonitos, e servem não apenas para esquentar a cama mas como item decorativo. A gente adora!

edredom-sintetica

Mas você sabia que existem grandes diferenças nos enchimentos? É, e o seu conforto nas noites frias vai depender disso. Então saiba mais se escolha o edredom ideal para você!

Começando pelos tipos de enchimentos, que podem ser naturais (plumas, penas)  ou sintéticos (poliéster). Esse preenchimento fica por dentro das duas camadas de tecido que entram em contato com a pele.

E sabe para quê servem aquelas costuras aparentes ao longo do edredom? Para manter o preenchimento distribuído uniformemente por toda a peça, evitando que acumule em um só canto.

edredom-branco

Enchimento Natural:

Quem já dormiu sob um edredom de plumas sabe do que estamos falando: é a coisa mais quentinha que pode existir. Ele é mais pesadinho, mas parece que te abraça e te esquenta de uma maneira mágica. Ok, não é magia, é física: os enchimentos naturais são poderosos isolantes térmicos, ou seja, dificultam a dispersão do calor.

Mas para mim, é uma relação de amor e ódio. Deito feliz e acordo toda vermelhinha e espirrando em função da rinite. Isto pois os modelos recheados por plumas e penas podem provocar alergias. Para evitar problemas, é preciso lavar a seco com frequência. A lavagem comum pode estragar as plumas, alterando as características originais do edredom.

edrdom-altenburg-malha

Enchimento Sintético:

Existem hoje as chamadas “plumas de silicone”, de fibra sintética, cujo efeito se assemelha às plumas naturais com a grande vantagem de serem hipoalergênicas e que a lavagem pode ser feita com água mesmo!

As fibras sintéticas conseguem ótimos resultados na manutenção do calor, e são a melhor opção para os alérgicos. Mais práticas também, por terem um processo de higienização mais simples. Quem tem alergias respiratórias sabe que é preciso lavar o edredom mais de uma vez ao ano, e poder lavar em casa (no caso de edredons menores) é um conforto!

Entre as opções sintéticas, existe também um modelo com a camada de tecido externa em plush. É ainda mais quentinho e bem macio. O meu é assim e chega a ser quente demais dependendo da noite!

edrdom-altenburg-malha-plush

Fique atento à gramatura do edredom: quanto mais grossos, mais fibras e maior é a sua capacidade de esquentar. Se sua região não é muito fria, talvez valha à pena investir em modelos mais fininhos, que são bons para as temperaturas amenas. E nos dias mais frios você acrescenta mais um edredom ou cobertor. Quem mora no Sul está acostumada a criar camadas de edredoms, daquelas que a gente mal consegue se mexer por baixo!! Mesmo com ar-condicionado, tem dias por aqui que nada resolve!

Expertes em edredons agora? Já sabe qual escolher?

Fonte: Mulher UOL

Fotos: Altenburg e Pinterest

Leia mais...
Facebook Twitter Instagram Pinterest RSS Facebook Twitter Instagram Pinterest RSS