italia


Destination Wedding em Capri

Pensando em fazer um casamento diferente em algum lugar fora do país? Confira aqui um maravilhoso Destination Wedding em Capri!

Continue lendo »

Leia mais...

Florença e as joias na Ponte Vecchio

Se você está planejando uma viagem de noivado, ou quer “dar a dica” para o namorado, a gente tem a sugestão perfeita: Florença, na Itália.

firenze_panoramica

Além de ser o lar de algumas das principais obras de arte renascentistas, a capital da Toscana abriga outras joias em suas ruas. E não são apenas joias históricas! A riqueza cultural da cidade é incrível, mas um pedaço dela guarda tesouros contemporâneos que podem ser arrematados por algumas dezenas ou centenas de euros.

ponte Vecchio florence photo tour jeremy Woodhouse

Estamos falando da Ponte Vecchio, a maior concentração de venda de joias de toda a Itália e um dos pontos preferidos dos noivos para pedirem suas amadas em casamento!

casamento-ponte-vecchio-1

A Ponte Vecchio reúne, desde a Roma Antiga, o melhor do comércio de Florença. Nos últimos séculos passou a abrigar quase que exclusivamente joalherias, e acabou deixando a região toda famosa pelas jóias.

ponte-vecchio-05

Ainda mais interessante do que as vitrines, é a própria ponte em si. As lojas e bancas praticamente fecham as laterais da ponte, deixando apenas os arcos do meio à mostra. Dentro dela, parece que você está caminhando em uma rua de comércio normal, e não passando sobre o rio Arno!

ponte-vecchio-01

Uma amiga fez a referência perfeita para entender como ela é por dentro: sabe o Beco Diagonal, dos filmes do Harry Potter que a gente vê com as crianças? Igual. Lojas antigas, que parecem ter parado no tempo, em uma ruazinha estreita.

ponte-vecchio-03

ponte-vecchio-04

De fora parece uma bagunça! Construções em formas irregulares, muitas cores. Mas está aí a graça da Ponte Vecchio, ela é diferente de tudo o que você já viu!

Vale a pena o passeio com calma pelas bancas para ver as joias. A Ponte Vecchio é um dos principais destinos turísticos de Florença, então está sempre cheia. Vá com paciência, encantando-se com cada vitrine.

Imagens: Casamenteiras, Finestrino, Phototc.comPanoramio.com e Photographer Tuscany

 

Leia mais...

{Chá} Sob O Sol da Toscana

A noivinha deste chá ganhou uma festa linda e exclusiva, feita pela cunhada. O tema foi escolhido a partir de coisas que a noiva ama. Sua cor favorita é o amarelo, ela adora pizza e toda a culinária italiana, a flor que mais gosta é o girassol, e seus drinks preferidos são os com champagne.

Com todas essas dicas, a cunhada logo chegou ao tema: Sob O Sol da Toscana!

Quem não ama esse filme? Sob O Sol da Toscana é um daqueles filmes inspiradores, que nos fazem voltar a acreditar no amor e querer correr para a Itália no próximo voo!

A decoração foi toda baseada em amarelo, cor dos girassóis, flor típica da região italiana. Para comer? Pizza e antipastos italianos. E para beber? Bellinis, é claro!

bridal-shower-centerpiece

cocktail-collage

lemon-tree-collage

sunflower-napkin-collage

bridal-shower-trivia

recipe-for-success

strawberries-and-cream

sunflower-cupcake

tuscany-bridal-shower

tuscany-bridal-shower2

tuscany-bridal-shower-table

O chá ficou uma graça, o amarelo deu muita alegria a decor! Adoramos!

Fotos: Hostess With The Mostess

Leia mais...

Aproveite a Itália de trem

Está planejando conhecer a Itália? Saiba que o trem é o meio de transporte mais indicado para cruzar o país. Eles são pontuais (saem e chegam sempre na hora em todas as estações) e em alguns casos até mais rápidos do que os aviões, pois evita-se perda de tempo com checkin e deslocamento. As estações de trem ficam no centro das cidades, geralmente perto do metrô ou outras formas de transporte. Não precisa depender do transfer do hotel, nem gastar fortunas em táxi!

SAMSUNG DIGIMAX A503

Existem dois tipos de trens, os regionais (da Trenitalia) que andam em velocidade média, e ligam as grandes capitais às cidades menores. Estes não são muito confortáveis como os noturnos ou os de alta velocidade, então é melhor pegar quando o trajeto é mais curto. Leve comida e bebida, nem todos têm vagão-restaurante. Ah, e nestes você não reserva assento, então é bom chegar cedo na estação.

Na alta temporada (principalmente agosto), os trens regionais estão sempre lotados de italianos em férias. Eles aproveitam muito o turismo local, o que é uma das coisas mais interessantes de pegar esses trens. Você vê os locais, as famílias, as crianças fazendo bagunça e aquela coisa toda que é divertidíssimo de ver e ouvir quando estamos em outro país. Se você for descendo a Itália de trem vai perceber: a medida que o trem vai rumo ao Sul, o volume da conversa vai aumentando. Chega em Nápoles e a viagem vira uma festa.

taormina_italiatrem

{Taormina, na Sicília, e o azul inacreditável do mar mediterrâneo.}

Os trens de alta velocidade, Le Frecce, são mais modernos e confortáveis, e fazem viagens entre as grandes cidades (Roma, Milão, Florença, etc). Todos os trens têm ar-condicionado, bagageiros espaçosos (um problema nos trens regionais), tomadas e bebidas à venda, mas nem todos têm vagão-restaurante.

duomomilano_italiatrem

{O Duomo de Milão, no Norte da Itália}

DSC04616

{Florença}

Se o seu trajeto é longo, digamos que com mais de 8 horas, uma boa ideia é viajar à noite em vagões com cama. Você vai dormindo a viagem inteira e ainda dá para economizar um pernoite em hotel. Têm diferentes companhias de trens noturnos, e os trajetos são esses:

EuroNight Allegro: Bolonha – Florença – Milão – Roma – Veneza – Viena (Áustria)
EuroNight Toscana Mare: Livorno – Klagenfurt – Veneza – Florença – Viena (Áustria).
City Night Line: Roma – Florença – Veneza – Innsbruck (Áustria) – Munique (Alemanha)
InterCity Notte: Milão – Gênova – Pisa – Livorno – Salerno – Catânia (Sicília). Esse aqui passa de barco pelo Estreito de Messina, é bem interesante!

Quer dar uma olhada na tabela horária para ver se vale a pena? Então clica aqui.

fontanaditrevi_italiatrem

{Fontana di Trevi, em Roma}

roma_iteliatrem

{Roma vista da janela do Museu do Vaticano}

Você pode comprar o passe aqui do Brasil pelo site da Trenitalia ou pela Eurail. Só cuide com o tipo que você vai comprar. Eles possuem várias modalidades (Passe familiar, passe para cidadãos europeus, passe regional, passe entre países, e etc). Enfrentei problemas em função disso e quase tive que pagar 40 euros de multa (em cima de um passe que custou cerca de 20 euros e já estava pago desde o Brasil!). Fique atento.

Se você for chegar na Itália pela via ferroviária é super tranquilo. Dentro do trem mesmo os fiscais da fronteira lhe pedem passaporte e o bilhete do trem, e não perguntam mais nada. Olham seus documentos e só dizem “ benvenuto”!

Escolheu seu trajeto? Vá de trem e faça uma boa (e linda!) viagem.

Fotos: Casamenteiras e Le Frecce

Leia mais...

Fondue de Queijo com Cogumelo Porcini

Muito comum na Itália, o cogumelo Porcini é sinônimo de boa mesa! Com um paladar suave e inconfundível, esse é um daqueles ingredientes secretos que você nunca mais vai querer abandonar, prometemos!

O cogumelo vai dar um toque todo especial para o seu fondue de queijo. E olha, fica entre nós, mas se você está solteira essa é uma ótima receita pra amarrar seu pretendente. Com gostinho de quero mais…

fondue

Ingredientes

3 colheres de sopa de Brandy, da sua marca de preferência
3 colheres de sopa de amido de milho
1/2 colher de chá de sal
1/2 colher de chá de pimenta do reino
1/4 colher de chá de noz-moscada
2 xícaras de vinho branco seco, como Sauvignon Blanc
Um dente de alho picado
500g de queijo de alta qualidade como Gruyère, Emmental e/ou Comté ralado (Você pode misturar os queijos, como por exemplo 2/3 Gruyere e 1/3 Emmental)
30 g de cogumelos porcini secos (Deixe de molho em água quente até hidratar, seque e pique)
Pão camponês e/ou pão italiano, cortado em cubos

Dica: Deixe todos os ingredientes preparados, pois assim que começar a fazer o fondue ele deverá ser mexido constantemente para não levantar fervura.

Modo de Fazer

Misture o Brandy, o amido de milho, o sal, a 1/2 colher de chá de pimenta do reino e a noz-moscada em uma tigela pequena, mexendo até dissolver o amido de milho. Reserve.

Adicione o vinho e o alho em uma panela grande. Aqueça em fogo médio até formar minúscula bolhas, dando ao vinho uma aparência efervescente sem deixar ferver.

Adicione o queijo aos poucos, mexendo sempre até que este derreta. Não deixe o fondue ferver, uma vez que o queijo é adicionado. Continue mexendo sem parar.

Misture o amido de milho e continue mexendo até que a mistura engrosse e o fondue ganhe consistência.

Coloque o Porcini na mistura. Retire do fogo, despeje o queijo em uma panela de fondue quente e sirva imediatamente.

Além de servir com pão, você pode fazer uma tabuá de legumes como batata, couve-flor e brócolis. Lembre-se que é sempre bom deixar um pouco de pimenta do reino para o convidado que gosta de coisas mais picantes!

O que você achou?

Fonte:
TasteFood

Leia mais...
FacebookTwitterInstagramPinterestRSSFacebookTwitterInstagramPinterestRSS