pet


Um lar bom pra cachorro

Está pensando em comprar uma casinha pro seu melhor amigo? Então que tal pensar melhor sobre tamanho, design e estilo? Pois é, as opções suas muitas e seu pet merece as melhores.

{Uma tradicional mansão americana, que tal?}

{Pedras e colunas dão toda a elegância!}

{Pode ser vintage, moderno ou engraçado!}

{Os gatinhos também têm vez!}

Então, é ou não é pra pensar melhor na hora de comprar o novo lar do seu animal de estimação?

Fotos:
Pinterest

Leia mais...

Os cãezinhos das Estrelas

Os paparazzi estão à solta e não é só para clicar as celebridades! Os pets dos famosos também são assunto nas revistas e sites sobre a vida dos astros, e fazem sucesso cada vez que aparecem. Olha só cada cão mais fofo que o outro!

{Hugh Jackman}

{Lady Gaga e Fozzy}

{Bradley Cooper e Charlotte}

{Kate Middleton e Lupo}

{Miley Cyrus e Floyd}

{Ashley Tisdale e Maui}

{Orlando Bloom e Sidi}

{Barack Obama e Bo}

{Ryan Gosling e George}

{Liv Tyler e Neal}

{Kelly Osbourne e Sid}

{Ana Hathaway e Esmeralda}

{Miranda Kerr e Frankie}

{Gwen Stefani}

{Vanessa Hudgens}

{Amanda Seyfried e Finn}

{Alessandra Ambrosio e Lola}

{Olivia Palermo e Mr Butler}

{Olivia Wilde e Paco}

{Britney Spears}

São as coisas mais fofas esses cachorros, não? É tão bom saber que muitos famosos amam os pets tanto quanto a gente e não dispensam a companhia do seus bichinhos.

E qual seu favorito? A gente por aqui adorou a Charlotte, do Bradley Cooper!

Fonte:
Glamour (Paris)

Leia mais...

Cada latido é um flash!

Você já tentou tirar foto do seu pet e ele saiu correndo descontroladamente? Suas fotos saem tremidas? Seu animal de estimação abaixa a cabeça toda a vez que você vai bater a fotografia? Calma, nós temos a solução!

Agora falando sério e sem brincar de merchan para a TV, a gente coletou algumas dicas de como fotografar seu pet!

1 – Aproveite a luz ambiente, além de garantir fotos com mais contraste, você deixa de usar o flash e não agride os olhos do seu bichano!

2 – Fique no mesmo nível do seu pet, assim você garante o contato visual, o que permite manter a atenção dele por mais tempo.

3 – Aproveite a sua casa ou o parque em que seu animal está acostumado a ir, eles costumam ficar mais confortáveis em ambientes conhecidos.

4 – Chame seu bichano pelo nome e de forma carinhosa, mas fique atento para o clic, pois essa olhada pode ser rápida. Ainda mais se estivermos falando de gatos!

5 – Tenha paciência e aproveite os improvisos.

6 – Por último, mas não menos importante, recompense seu bichinho quando ele posar pra foto. Seja com carinho ou com petiscos, assim ele se acostuma com os cliques e você terá um pet model em casa!

Que tal sair clicando seu animal de estimação e mostrar pra gente?

Fonte:
Leco Vilela
Boo
By Marina

Leia mais...

Viaje com seu pet: hoteis pet friendly

O inverno está chegando assim como as férias escolares. Se você está pensando em viajar com seus filhos, que tal levar também o seu animal de estimação e deixar a família toda reunida? Já falamos por aqui em como levá-lo no avião, agora conheça as dicas de hotéis nacionais que recebem seu amigo também, no maior estilo!

Só no Brasil há mais de 187 hotéis pet friendly, todos eles certificados pelo selo do Portal Turismo 4 Patas. Com hospedagens espalhadas por todo o país, fica bem mais fácil você decidir o destino da sua viagem!


Mas se você acha que é só pousada que aceita seu pet, está muito enganada. Hotéis de alto padrão também recebem, e muito bem, o seu bichano. Bons exemplos são as redes Sheraton, Fasano e Marriot.


Agora que tal fazer as malas e aproveitar uma ótima viagem com aqueles que você tanto ama? Caso você já tenho viajado com o seu bichinho e queira indicar o lugar, comenta aqui no post!

Leia mais...

Seu amigo está pedindo ajuda

Correr atrás da cauda, se coçar e latir são coisas comuns para um cachorro, mas quando feitos repetidamente podem indicar que seu amiguinho está com TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo). Prestar atenção em seu animal é fundamental para identificar se realmente ele tem esse problema.

Existem vários fatores que podem levar o seu cão a desenvolver esse problema, um deles é a dificuldade em ajustar-se ao novo, seja por mudar de casa, receber um novo animal ou até mesmo uma nova criança. Essas circunstâncias podem gerar um grande stress e levar seu cachorro a um estado depressivo.

Mas calma, nem tudo está perdido! Existem medidas simples que podem ajudar o seu bichinho, como por exemplo dar atenção primeiro para ele quando chegar em casa, assim ele entenderá que mesmo com alguém novo em casa ele tem a sua companhia.

Em alguns casos a compulsão é irreversível, mas você pode ajudá-lo reduzindo o stress do dia-a-dia, evitando mudanças bruscas na rotina do animal e ainda dando brinquedos que podem ser destruídos, a fim de deixá-lo liberar toda a energia reprimida.

Dessa forma você ajuda o seu melhor amigo a ter uma vida mais tranquila, confiante e é claro, muito mais saudável.

Fotos:
Miranda Granche
Leco Vilela
Caninest

Leia mais...
FacebookTwitterInstagramPinterestRSSFacebookTwitterInstagramPinterestRSS